Cultura

Leitores já têm recados literários de Ismael Mateus

Analtino Santos

Jornalista

Ismael Mateus lançou, na sexta-feira, no Palácio de Ferro, em Luanda, três obras no mercado literária, nomeadamente “Diário de Amores e Mentiras”, “Vidas de Mafumeira” e “Recados para os meus amigos políticos”, assim como a reedição dos livros “Sobras de Guerra”, “Laços de Sangue”, “Experiencias de Sentir” e “Paixões e Desencantos”, os dois últimos de poesia.

28/11/2022  Última atualização 10H18
Escritor promove sessão de venda e assinatura de autógrafos dos mais recentes rebentos © Fotografia por: Luís Damião| Edições Novembro

O teatro, música, declamação de poemas, artes plásticas e gastronomia angolanas foram agregadas ao momento. Ismael Mateus agradeceu os patrocinadores e amigos que o ajudaram na edição das obras "Vidas de Mafumeira”, "Diário de Amores e Mentiras” e " Recados para os meus amigos políticos”, designadamente Endiama Mining, Sociedade Mineira do Catoca e Edições Novembro. Na cerimónia, o autor ofereceu 150 livros ao projecto "Um Livro, uma Criança, muitas leituras” representado pelo jornalista Rui Ramos.

Luísa Rogério apresentou o livro de contos "Vidas de Mafumeira” realçando a ténue barreira entre o texto jornalístico e do escritor.

A jornalista recorre ao simbolismo da Mafumeira, árvore frondosa lugar onde as famílias se reúnem para resolverem diferentes problemas, assim como a capacidade congregadora do Mafuma, o autor dos contos "A toca do Escriba”, " O Funeral”, "A Nomeação”, "A Profecia da Verdade” e "A Mulher Rica e a Mulher Sá-bia”, que podem ser lidos em "Vidas Mafumeira”

A editora Natália Henriques, pela NH Conteúdos,  apresentou o romance "Diário de Amores e Mentiras”. Antes falou da transição que teve na sua relação com Ismael Mateus, primeiro como jornalista e depois como um executivo, desconhecendo o lado criativo como escritor. A mestiçagem e os conflitos culturais conduzem esta obra segundo a editora. 

A figura central é João Napoleão cuja vida acaba por se revelar um enredo de amores e mentiras. A história de um jovem mestiço nascido em Luanda, mas criado na Marinha Grande, num ambiente de discriminação racial, que mais tarde regressa a uma Luanda que desconhece, sem amigos nem parentes por perto.

O último livro a ser apresentado foi "Recados para os meus amigos” e na primeira pessoa, Ismael Mateus falou da obra que teve como base os textos publicados às segunda-feiras no Jornal de Angola, nos últimos dois anos.

Em declarações, ao Jornal de Angola, o autor disse que "não foi preciso muito exercício porque senti que era interessante pegar nalguns textos sobretudo os de política, e entendi que era importante trazer neste formato”.

Na nota do editor, referente ao livro patrocinado pela Edições Novembro, realça que "o autor apresenta-os como a sua contribuição à reflexão sobre política nacional, tanto nos grandes temas como em relação à vida interna e desafios dos principais partidos. O autor desafia igualmente os seus críticos a verificarem a sua persistência e continuidade em abordar sempre com reflexão crítica determinados assuntos, na sequência de colectâneas anteriores de sua autoria como o "Bué de Bocas” e "Cidadão Ismael Vol I e II”.

A cerimónia de lançamento dos livros iniciou com um monólogo, baseado em contos da autoria de Ismael Mateus e centrado em "Zungueiro Celestial”, onde o funeral do João Trinta é o enredo principal. A dupla Ernesto Gouveia e Ana Moçambique conduziu a cerimónia e du-rante as apresentações das obras literárias foram intercaladas com música angolana, numa proposta da Nova Energia. Lito Graça, Raul Tollingas, TeddyNsingui e outros integrantes da Banda do Show do Mês foram os responsáveis pela animação dos presentes. 

Ismael Mateus nasceu, em Luanda, a 6 de Julho de 1963. É membro fundador do Sindicato de Jornalistas Angolanos (UJA) e é membro da União dos Escritores Angolanos (UEA). Jornalista desde 1981 tem publicado textos de opinião desde 1985, inicialmente na Rádio Nacional de Angola, sob os títulos "Dia a Dia na Cidade” e "Bué de Bocas” e, depois, na Luanda Antena Comercial (LAC), sob o título "Recados para o meu Chefe”.

Enquanto autor, Ismael Mateus tem diversas obras publicadas, designadamente colectâneas de crónicas publicadas na imprensa, poesia, contos e romances, perfazendo mais de dez livros e a organização da colectânea "Angola, a Festa e o Luto”. Em colectâneas "Bué de Bocas” (1991); "UNITA Que Futuro?” (2002); e "Cidadão Ismael”, Volumes I e II (2020) e agora "Recados para os meus amigos políticos”(2022). Em poesia, o autor publicou "Experiências do Sentir” (2005) e "Paixões e Desencantos (2019). Romances publicados: "Tempos de Ya Kala Ya” (2001); "Sobras da Guerra” (2003); "Laços de Sangue” (2011); e "Diário de Amores e Mentiras” (2022). Contos, o autor publicou "Cinco Dedos de Vida” (2012), e volta agora com o título "Vidas da Mafumeira”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura