Cultura

“Kutanga ya henda” promove leitura assistida

A Associação “Kutanga ya henda” promoveu, na semana passada, uma sessão de leitura assistida em braille com alunos da Escola Especial Óscar Ribas, em parceria com o artista plástico Paulo Amaral, curador do ReciclArte, projecto artístico que foi desenvolvido durante o mês de Outubro no Centro Cultural Brasil-Angola (CCBA).

02/11/2021  Última atualização 08H30
Alunos especiais participaram em sessão de leitura assistida © Fotografia por: DR
As crianças e jovens da Escola Especial Óscar Ribas tiveram uma oportunidade de palpar as diferentes texturas das obras de arte expostas na Galeria de Arte do CCBA. Foi uma experiência táctil sui generis, desafiante para novas oportunidades, dado que estas são diferentes.

Os livros em braille foram oferecidos pela "Novembro Educa”, que representa a "Editorial Novembro”, ambas portuguesas, no âmbito de uma parceria com a "Kutanga ya henda”.

Durante todo o mês de Outubro, em que a Associação " Kutanga ya henda” esteve no evento teve também como parceiros os meninos da Associação "Escolinha Criar Crescer”, que leram livros fornecidos pela Biblioteca Nacional de Angola.

A "Kutanga ya henda”, tem como objecto social a promoção de várias artes sendo o seu foco principal a leitura. É missão da associação promover o acesso ao conhecimento, fortalecer os hábitos de leitura, fruição cultural, preservação e divulgação da tradição oral.

A "Kutanga ya henda” associação de direito privado, sem fins lucrativos, que visa a realização de acções de promoção do livro e incentivo à leitura pública e privada de obras de interesse geral.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura