Economia

Juro das contas Bankita sobe para 16,5 por cento

A taxa de juro de remuneração do “Bankita a Crescer”, um produto bancário destinado a estimular a poupança entre a população de baixo rendimento, subiu para 16,5 por cento, nos termos de uma directiva publicada pelo Banco Nacional de Angola (BNA).

19/09/2021  Última atualização 07H58
© Fotografia por: DR
Apesar de o banco central declarar, na directiva publicada na terça-feira, que estabelece o juro desse produto em periodicidade trimestral, a última actualização ocorreu em Novembro de 2018, quando a taxa foi elevada de 7,0 para 12,5 por cento.

Na directiva de terça-feira, o BNA insta os bancos comerciais que aderiram ao produtoa prestarem informações claras a sobre a taxa de juro aos clientes e potenciais clientes, bem como a actualizarem a taxa no preçário de produtos e serviços financeiros, publicando-a  em todos os balcões e locais de atendimento.

O produto "Bankita a Crescer” foi criado em 2011 por iniciativa do Banco Nacional de Angola, através de um acordo de adesão inicialmente subscrito pelos bancos de Poupança e Crédito, de Comércio e Indústria, Comercial Angolano, de Fomento, BIC, KEVE, de Negócios Internacional, SOL e BAI Microfinanças. À iniciativa, juntaram-se, depois, outros bancos.


Dois anos depois do lançamento do produto, em 2013, a taxa da população bancarizada subiu 50 por cento.
O "Bankita a Crescer” é  uma conta de depósito a prazo, constituída junto de um dos bancos aderentes, através da sua rede de balcões ou dos seus correspondentes bancários. O valor mínimo para a abertura da conta está fixado em mil kwanzas e o depósito pode ser mobilizado sem notificação prévia e sem quaisquer penalizações.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia