Sociedade

Jurista Bali Chionga: Jornalistas devem dominar a Lei sobre as Eleições Gerais

JA Online

O jurista Bali Chionga considerou, nesta quarta-feira, em Luanda, ser fundamental que os jornalistas tenham o conhecimento da Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais, entre outros dispositivos legais, para permitir que a informação seja transmitida com rigor e objectividade.

18/05/2022  Última atualização 16H50
Jurista Bali Chionga © Fotografia por: DR | ARQUIVO

O académico, que dissertava hoje na Conferência dos Media para as Eleições de 2022, promovido pelo Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR) recordou que, os jornalistas no exercício da sua função, estão "propensos a incorrer nos crimes de calúnias, difamação e injúria", para quem "não por má fé, mas por falta de cuidados suficientes na verificação dos factos". 

Bali Chionga reiterou, igualmente, que há um caminho longo a percorrer em relação à formação do jornalista, acreditando ser esse o percurso que fará com que o profissional de comunicação esteja melhor dotado de conhecimentos e desempenhe melhor a sua actividade e a nossa democracia seja cada vez melhor.

A conferência, moderada por Geraldo Quiala, teve também como oradores os comissários da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), Lucas Quilundo e Eduardo Magalhães, foi dirigida a jornalistas, directores nacionais, entre outros profissionais da Comunicação Social.

Em debate estiveram o "Papel da Comunicação Social no processo eleitoral na visão da Comissão Nacional Eleitoral” e a "Ética e deontologia profissional na cobertura eleitoral”, num evento realizado sob o lema "A Comunicação Social e o desafio na cobertura do processo eleitoral”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade