Política

JURA quer assinalar 52 anos a olhar para 24 de Agosto

André Sibi

Jornalista

Com o aproximar das eleições gerais de 24 de Agosto, a Juventude Unida Revolucionária de Angola (JURA, braço juvenil da UNITA) considerou este sábado, em conferência de imprensa, que as celebrações do 52º aniversário, assinalar a 18 deste mês, devem servir para impulsionar a acção mobilizadora dos jovens da UNITA visando a alternância do poder.

03/07/2022  Última atualização 09H30
© Fotografia por: DR

Sob o lema "JURA – unidade e acção para a vitória”, decorrerão em todo o país actividades de carácter político, cultural, recreativo e filantrópico, em saudação ao 18 de Julho, com o acto central previsto para 17 deste mês, em província a indicar.

Na conferência de imprensa realizada em Luanda para assinalar a morte do jovem combatente David Jonatão Chingunji "Samuimbila”, na luta contra o colonialismo português a 18 de Julho de 1970, na província do Moxico, o secretário-geral da JURA destacou as qualidades do patrono do braço juvenil da UNITA.

Agostinho Kamuango disse que Samuimbila foi o mais novo do grupo dos 12 formados na China pela UNITA. Sublinhou que foi comandante da primeira companhia das FALA, denominada Pantera Negra e a morte precoce abalou profundamente a UNITA e as suas forças militares.

Reforçou que as celebrações decorrem numa altura em que o país se prepara para a realização das quintas eleições gerais agendadas para 24 de Agosto, pelo que devem servir para impulsionar a acção mobilizadora da juventude da UNITA para a alternância do poder.

 Em reconhecimento aos feitos, lembrou Agostinho Kamuango, a IX Conferência Ordinária da UNITA, realizada na Úria, província do Moxico, consagrou o 18 de Julho como dia da JURA.

 Reforçou que o comandante Samuimbila representa para a Juventude Unida Revolucionária de Angola "a fonte de inspiração na luta em defesa dos interesses mais nobres do povo”.

 

Participação do cidadão

O secretário provincial da Juventude Unida Revolucionária de Angola (JURA) na Huíla, Tomé Lourenço, apelou, no Lubango, à população para participar massivamente no processo eleitoral.

 Falando na abertura das jornadas alusivas ao aniversário da JURA, disse que "é notória a vontade de mudar”. Citado pela Angop, referiu que as eleições vão decorrer num momento histórico do país, de pré-campanha eleitoral, visando as eleições de Agosto, numa altura em que a juventude huilana dá "fortes sinais" de crescimento político.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política