Política

Juíza ordena detenção de antigo director de instituto

A juíza de direito Edna Bebeca ordenou, terça-feira (26), a detenção do antigo director-geral do Instituto Superior Politécnico da Huíla, Manuel Sahando Neto, por faltar à primeira audiência de julgamento, em que é acusado de peculato.

27/10/2021  Última atualização 09H58
© Fotografia por: DR
Pesa sobre o arguido a suspeita de ter desviado 50 milhões de kwanzas, entre 2011 e 2015, destinados à aquisição de equipamentos para a montagem de nove laboratórios para aulas práticas.

Na sessão, agora adiada para amanhã, a juíza sublinhou que a presença do arguido ao julgamento é obrigatória, conforme o artigo 379º, do Código Penal, já que a produção de prova sem a sua presença põe em causa a justiça.

Assim sendo, disse a juíza, é notificado o Ministério Público a trazer o réu sob custódia, na próxima data, salvo se existirem "razões ponderadas e justificadas não verbalmente”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política