Sociedade

Jovens formados no Namibe recebem kits profissionais

Maria Cavela | Moçamedes

Jornalista

Um total de 40 jovens formados, pelo Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional (INEFOP), na província do Namibe, receberam, sexta-feira(22), kits profissionais, no âmbito do Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE).

23/04/2022  Última atualização 10H45
Governador Archer Mangueira presidiu a cerimónia de entrega de kits de trabalho a jovens © Fotografia por: Irineu Cola | Edições Novembro

Os jovens, que devem criar outros postos de emprego, beneficiaram de kits materiais para trabalhos agrícolas, cabeleireira, salão de beleza, corte e costura, serralharia e ladrilho, entre outras especialidades.

No acto de entrega, o governador provincial do Namibe, Archer Mangueira, esclareceu que o programa visa reduzir o desemprego, criando condições para a promoção do auto-emprego.

"Auguramos que esta nova realidade permita o crescimento individual de cada jovem beneficiário e que, futuramente, tenhamos bons exemplos de superação e inspiração para os jovens das suas comunidades”, disse.

O director-geral do INEFOP, Manuel Mbangui, disse que o programa de fomento do auto-emprego surge para dar destaque às profissões muito descartadas pelos jovens, quebrar a barreira do conceito de existência da empregabilidade apenas nas instituições e dar continuidade ao processo de desenvolvimento económico, social e profissional no seio da juventude.

O responsável assegurou que o PAPE, antes de dar os kits, exige que o jovem passe por um processo de formação e aconselhamento, de forma que este conheça várias formas de gestão de negócio e comportamento no exercício da actividade comercial.

"Vamos continuar a capacitar os beneficiários com as melhores ferramentas de estratégia de negócio”, disse, para realçar, que o sucesso desse processo passa pelo uso racional dos equipamentos profissionais que os jovens recebem do Estado.

O representante da Administração Municipal de Moçâmedes, Narciso da Costa, reafirmou o compromisso que a instituição tem com os serviços do INEFOP, quer na formalização, quer na legalização dos processos dos jovens que fazem a formação profissional para, posteriormente, beneficiarem de kits de auto-emprego.

Em nome dos beneficiários, Cipriana Bimbi, 34 anos, que beneficiou de um kit profissional de corte e costura, elogiou a iniciativa do Governo, que coloca os jovens como prioridade no combate ao desemprego e permitir que desenvolvam habilidades que visam o crescimento económico e individual de forma fácil e abrangente.

"Estou satisfeita com o material que recebi e já penso em recrutar dois jovens, ainda este mês, para me auxiliarem nas actividades e contribuir na criação de mais postos de trabalho”, disse Cipriana Bimbi.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade