Regiões

Jovens em Benguela optam pela formação

Maximiano Filipe | Benguela

Jornalista

Cerca de 200 jovens de famílias vulneráveis, na zona B, arredores da cidade de Benguela, vão beneficiar, a partir do próximo mês de Março, de formação técnica e profissional, no âmbito do programa de fomento do auto-emprego.

22/02/2022  Última atualização 08H10
Curso de Mecânica é um dos mais procurados pelos jovens © Fotografia por: DR

A acção formativa, que será gratuita, é uma iniciativa da Associação Elikongelo Liomilu, com o apoio da Administração Municipal de Benguela, na base de um projecto financiado pelo Fundo de Apoio Social (FAS). 

De forma opcional, os jovens serão formados em corte e costura, culinária, pastelaria, alvenaria, serralharia, carpintaria, mecânica, electricidade, informática, cabeleireira, instalações eléctricas, entre outros cursos de artes e ofícios. 

A formação terá a duração de três meses, entre aulas práticas e teóricas, com o objectivo de fazer com que os jovens possam criar pequenas e médias empresas de prestação de serviços. 

Segundo o presidente da Elikongelo Liomilu, Leonel da Silva, os jovens que vão beneficiar da formação são provenientes de bairros da periferia da cidade de Benguela, tais como 4 de Abril, 11 de Novembro, Viva Paz, Ilha, Agostinho Neto, entre outros, onde não existem centros de formação profissional. 

Fez saber que o projecto surgiu na localidade, para tirar jovens do desemprego, bem como evitar que enveredem pela delinquência e prostituição.   Leonel da Silva acrescentou que cerca de 68 por cento dos habitantes da referida zona são jovens sem formação profissional, o que fez com que a Elikongelo Liomilu, em colaboração com vários parceiros sociais, pensasse em realizar, periodicamente, acções formativas, no sentido de promover o empreendedorismo, bem como o crescimento e a estabilidade económica e social. 

No final de cada acção formativa, garantiu, os jovens receberão kits técnicos e profissionais, para desenvolverem as suas actividades nas localidades onde residem. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões