Sociedade

Jovem mata senhorio por cobrar renda

Avelino Umba|

O jovem Fernando Martins “Nando”, 27 anos, foi morto, na quarta-feira, no bairro Boa Esperança II, distrito do Kikolo, com dois golpes de faca, pelo inquilino de um quarto, quando procurava cobrar quatro meses de atrasos de renda.

25/09/2021  Última atualização 05H00
© Fotografia por: DR
Segundo relatos de testemunhas, o inquilino devia os meses de renda, no valor de cada 1500 kwanzas, mas inventava sempre desculpas para não honrar o pagamento atempadamente.

Por volta das 21 horas, a vítima encontrou o inquilino no quintal onde ambos moravam e, durante a conversa, houve desentendimento, tendo o agressor entrado no quarto e saiu daí com uma faca.


Para evitar ser atingido, o senhorio ainda refugiou-se num quarto ao lado, mas o agressor arrombou a porta do compartimento, para esfaquear o jovem Nando.

Apesar dessa perseguição, testemunhas contam que a vítima ainda conseguiu escapar e escalar dois quintais de vizinhos à procura de socorro. Mas, os donos desses quintais, achando que Nando fosse ladrão, arrastaram-no para a rua.

Foi nesta altura em que o agressor desferiu dois golpes de faca, um dos quais atingiu o peito e outro as axilas, tendo a vítima perdido a vida no local.

António Mendes, 18 anos, vizinho de Nando, ao aperceber-se do ocorrido, procurou socorrer para uma unidade hospitalar, mas sem sucesso, porque o amigo já estava sem vida.

"Foi incrível ver o jovem caído no chão e o homicida a lamber o sangue de Nando, com o pretexto de que era um ritual para estar impune diante da Justiça”, conta António Mendes.

Dona Ivone, madrinha de Nando, acusou o homicida de ser um jovem altamente perigoso, que já terá assassinado outras duas pessoas de forma cruel. "Ele já tem passagem pela Polícia e, por algumas ocasiões, esteve na Comarca de Luanda, mas estava aqui solto e a fazer das suas”, lamenta.

Em resposta ao clamor da população, o comandante municipal da Polícia de Cacuaco, Adão Correia Sebastião, assegurou que o acusado de homicídio já se encontra detido e vai ser apresentado, em breve, ao Ministério Público.

Fernando Martins deixa duas filhas e vai a enterrar amanhã, no Cemitério do 14, no município do Cazenga.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade