Desporto

José Neto fica no Petro até 2023

Anaximandro Magalhães

Jornalista

É oficial, José Neto, técnico de nacionalidade brasileira, será treinador do Petro de Luanda até 2023, garantiu ao Jornal de Angola, o vice-presidente para o basquetebol do clube, Anselmo Monteiro.

28/07/2021  Última atualização 10H45
Técnico brasileiro tem 50 anos © Fotografia por: João Gomes | Edições Novembro
Natural de Itapetininga, o treinador de 50 anos, contratado em 2020, renovou por mais dois anos com os petrolíferos do Eixo-Viário, pondo fim aos rumores que o davam como estando de saída.

"José Neto é treinador do Petro por mais dois anos. Portanto, estamos tranquilos em relação a isso”, disse o dirigente. Com o Petro, Neto conquistou a Supertaça Wlademiro Romero e o Campeonato Nacional. Na primeira edição da BAL, em Maio, a equipa conquistou a medalha de bronze.

Na ocasião, Monteiro deu a conhecer também a contratação do extremo Pedro Bastos, 1,92 metros. O atleta, ex-1º de Agosto, está neste momento ao serviço da Selecção Nacional, que prepara em Portugal a disputa da 30ª edição do Campeonato Africano das Nações, Afrobasket´2021, a decorrer de 24 deste mês a 5 de Setembro, na cidade de Kigali, Ruanda.
Em relação à permanência do base de nacionalidade norte-americana, Antwan Scott, revelou:”continua a fazer parte dos nossos planos. De momento está de férias e sem contrato, mas temos falado”.

Quanto a despensas, o responsável máximo pela modalidade da bola ao cesto disse: "de momento não dispensámos ninguém”.

Eis a constituição do plantel petrolífero: Childe Dundão (base); Carlos Morais e Gerson "Lukeny” Gonçalves (extremo-bases); Olímpio Cipriano, Pedro Bastos, José António "ZT”, Cristiano Xavier e Melvyn da Silva (extremos); Leonel Paulo (extremo-poste) e Aboubakar Gakou, Valdelício Joaquim "Vander” e Jone Pedro (postes). 

O técnico principal é auxiliado por Aníbal Moreira e Víctor de Carvalho. Diego Falcão e André Nzamba cuidam da preparação física, Rúben Barros (médico), Henrique Cabeça (fisioterapeuta), Pova Francisco e André João (estatístico e seccionista).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto