Cultura

José Carlos de Almeida é o distinguido do mês

O escritor José Carlos de Almeida é o homenageado desta edição do projecto “Noites de Poesia”, que é realizada esta quarta-feira, às 18h00, no auditório Wyza Anfiteatro, da Fundação Arte e Cultura, em Luanda, pelo contributo à literatura e cultura angolana.

27/06/2022  Última atualização 11H21
Autor é homenageado pelo contributo à literatura © Fotografia por: DR

Durante o acto, um grupo de poetas da nova geração vai declamar poemas do homenageado. Entre os poetas convidados, consta Olívia Gomes, Deusa Dinis, Universo Mavambo, Lú Matamba, Luzineide Tomás, África Gomes, Domingos Hossi, Poeta Gago, Borges Segorb e Delmira Dinis. Para a vertente artística, foram convidados os cantores Fernando Jessy e Nelson Nguenohaita, assim como o grupo de teatro Jovens da Mulemba.

O projecto foi concebido para unir escritores da antiga e nova geração, dando a estes últimos um palco para mostrarem os dotes literários e aos consagrados a oportunidade de receberem algumas críticas.

Natural de Luanda, José Carlos de Almeida é licenciado em Direito, pela Universidade Autónoma de Lisboa, Portugal. Como articulista, já escreveu para os jornais "A República” e "Novo Jornal”.

Entre os factos marcantes ao longo da carreira, há o de o escritor e jurista ter disponibilizado algumas obras literárias para serem traduzidas em Braille, um sistema de escrita táctil utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão.

 O autor de "Ensaboado & Enxaguado”, "Amor ao Próximo”, "Teoria da Leitura” e "Poemas da Alma”, disse, na altura, que a intenção da publicação dos livros em Braille é permitir que a população com incapacidade visual, sobretudo, a estudantil, possa ter mais fontes de estudo.

Para o escritor, é preciso dar mais oportunidades à todos os leitores, de forma a se criar um incentivo, generalizado, pelo livro e o gosto pela leitura.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura