Regiões

Jornalistas recebem carteiras profissionais

Daniel Benjamim | Luena

Jornalista

Sessenta jornalistas de vários órgãos de Comunicação Social no Moxico receberam, terça-feira (2), no Complexo Turístico de Monumento a Paz, as suas carteiras profissionais.

03/11/2021  Última atualização 10H06
Presidente da Comissão foi ao Moxico entregar carteiras © Fotografia por: francisco lopes | edições novembro| huambo
A presidente da Comissão de Carteira e Ética, Luísa Rogério, lembrou que o jornalismo é um direito, dever e responsabilidade, que se exerce com o primado da  ética, deontologia  e outros instrumentos que devem servir  a profissão.

"Olhemos para nossa profissão com responsabilidade, sabendo que, antes do jornalista sair da sua redacção, deve observar o Código de Deontologia e as demais legislação que regulam o exercício da profissão".

A questão da ética e deontologia, referiu, "nos remete para as incompatibilidades," pois, acrescentou, legislador aprovou-os com o contributo da classe o pacote que inclui a lei sobre Estatuto de Jornalista e a Comissão de Carteira e Ética.

Luísa Rogério afirmou que o jornalista que não possuir a carteira profissional automaticamente não estará habilitado a exercer a actividade e quem o fazer, sem este instrumento normativo,  incorre na ilegalidade e é responsabilizado criminalmente no termos da lei.

O vice-governador para o Sector Político e Social, Victor da Silva, considerou a entrega de carteiras profissionais um acto que vem dignificar o trabalho do jornalista na promoção e consolidação do Estado Democrático e de Direito.

Victor Silva afirmou que este instrumento jurídico vai despertar o nível de responsabilidade que os profissionais da Comunicação Social vão ter em diante no exercício da actividade jornalística na busca da informação verídica e verdadeira.

A secretária do Sindicato dos Jornalistas no Moxico, Arlete Simão, disse que a classe jornalística se sente mais valorizada como as demais e eleva cada vez mais o dever de informar com rigor isenção e liberdade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões