Política

João Lourenço: “Estamos a prestar uma atenção especial às Zonas Húmidas”

JA Online

Angola está a prestar uma atenção especial às Zonas Húmidas que fazem parte do ecossistema marinho e costeiro, priorizando, neste âmbito, a protecção e a conservação destas áreas, através de acções de reflorestação e conservação de mangais.

27/06/2022  Última atualização 15H31
© Fotografia por: DR | Arquivo

Esta informação foi avançada nesta segunda-feira, em Lisboa, capital portuguesa, pelo Chefe de Estado angolano, João Lourenço, que discursava na Conferência das Nações Unidas sobre os Oceanos.

Na sua intervenção, o Presidente da República destacou a campanha de plantação, em oito meses, de um milhão de Mangais em toda a orla costeira angolana, realizada com a participação activa da sociedade civil angolana, principalmente de jovens que se dedicam a causas ambientais.

"Estamos convencidos que não conseguiremos realizar os objectivos relacionados com a protecção do ecossistema marinho se não assumirmos com coragem a necessidade de se reforçar a capacidade de defesa e segurança marítima, fortemente ameaçadas por grupos de modernos piratas do mar que desenvolvem a sua actividade terrorista nas principais rotas marítimas, ameaçando seriamente o comércio internacional e a segurança nos oceanos”, declarou João Lourenço.

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política