Política

João Lourenço escreve ao homólogo do Senegal sobre a tensão entre Ruanda e RDC

Uma mensagem do Presidente da República, João Lourenço, na qualidade Presidente em exercício da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes (CIRGL), foi entregue, nesta sexta-feira, para o seu homólogo senegalês Macky Sall, em Dakar, pelo ministro das Relações Exteriores, Téte António.

17/06/2022  Última atualização 01H20
© Fotografia por: CEDIDA | MIREX

Na missiva, o Presidente João Lourenço apresenta os passos dados por Angola em cumprimento do mandato da Cimeira de Malabo e manifesta preocupação em relação aos últimos desenvolvimentos na Região dos Grandes Lagos, com particular incidência a tensão verificada entre o Ruanda e a República Democrática do Congo.

Ao Presidente Mack Sall, actual Presidente em exercício da União Africana, João Lourenço reitera, também, a necessidade de se envidar esforços para a resolução do conflito que tem posto em causa toda iniciativa política e diplomática levada a cabo até a presente data.

Saliente-se ainda que João Lourenço conversou na terça-feira ao telefone com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, expressando preocupação com a tensão registada na fronteira comum entre a República Democrática do Congo e a República do Ruanda que justificam a realização urgente de uma cimeira tripartida em Luanda.

A tensão entre o Ruanda e a República Democrática do Congo agravaram-se após o reinício, em Março, de combates entre o exército congolês e o movimento rebelde (M23), que, de acordo com Kinshasa, é apoiado pelos vizinhos ruandeses.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política