Política

João Lourenço e Sassou Nguesso analisaram o estado das relações

Edna Dala

Jornalista

O Presidente da República, João Lourenço, abordou, ontem, em Luanda, com o homólogo da República do Congo, Dennis Sassou Nguesso, o estado das relações e da cooperação nos mais variados domínios entre os dois países.

21/06/2024  Última atualização 10H25
Presidente João Lourenço e o homológo do Congo falaram sobre questões comuns nos mais variados domínios © Fotografia por: CONTREIRAS PIPA | EDIÇÕES NOVEMBRO

No encontro à porta fechada, no Palácio da Cidade Alta, João Lourenço e Dennis Sassou Nguesso analisaram, igualmente, aspectos ligados à actual conjuntura regional, cujas especificidades não foram avançadas.

O estadista congolês chegou à capital angolana na noite de quarta-feira, tendo regressado ao seu país na tarde de ontem, depois do encontro com o Presidente João Lourenço.

Angola e o Congo-Brazzaville integram a Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) e a Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL). As autoridades dos dois países consideram boas as relações históricas entre Angola e a República do Congo, forjadas ainda durante a luta pela Independência Nacional, período em que aquele país acolheu as bases da guerrilha do movimento MPLA e milhares de refugiados angolanos.

A cooperação bilateral centra-se em vários domínios, com foco para a diplomacia, reinserção social, economia, para além dos aspectos culturais.

No campo multilateral, os dois países têm manifestado a vontade de continuar a contribuir na execução da reforma da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), para que juntos possam tornar mais efectivo o ideal da integração económica regional, em prol do bem-estar e prosperidade da população comunitária.

No mês passado, o Presidente da República, João Lourenço, manteve um encontro na cidade de Moroni, nas Comores, com o Chefe de Estado congolês, com quem abordou questões de interesse comum.

Os estadistas encontraram-se à margem da cerimónia de investidura do Presidente da República das Comores, Azali Assoumani, para um novo mandato de cinco anos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política