Sociedade

Jean Todt ajuda combate à sinistralidade rodoviária

Armindo Pereira

Jornalista

O enviado especial da Nações Unidas para a Segurança Rodoviária, Jean Todt, reiterou o compromisso da instituição em continuar a ajudar o Executivo angolano na realização de um trabalho conjunto, com o sector privado e parceiros internacionais, para redução da sinistralidade rodoviária.

24/09/2021  Última atualização 10H55
Diplomata esteve em visita de trabalho em Angola © Fotografia por: DR
O dirigente francês fez este pronunciamento, na quarta-feira, em Luanda, no final da visita de dois dias ao país, depois de manter contactos com responsáveis dos ministérios das Relações Exteriores, Saúde, Interior, Juventude e Desportos, e com o representante da ONU em Angola e com o Conselho de Administração da Sonangol.

A visita do diplomata aconteceu no âmbito das mais recentes iniciativas globais nesta área, incluindo o Fundo de Segurança Rodoviária da ONU e a Reunião de Alto Nível (HLM) sobre segurança rodoviária prevista para 2022. O também presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) é de opinião que o desporto motorizado, pela capacidade que possui para mobilizar jovens, pode contribuir significativamente para educar essa franja da sociedade sobre a postura a adoptar nas estradas, no sentido de evitar fatalidades.   

Entre 2013 e 2017, segundo a Organização Mundial da Saúde, Angola registou um número, considerado catastrófico, de 34.442 mortes em 140.654 acidentes.

Apesar dessas estatísticas, Jean Todt congratulou-se com o facto de o Governo ter criado o Conselho Nacional de Viação e Ordenamento do Trânsito, responsável pela promoção da segurança viária, e da Estratégia Nacional de Segurança e Prevenção Rodoviária.

Durante a estadia de 48 horas, Todt manteve contacto com a direcção da Federação Angolana de Desportos Motorizados, constatou as condições para a prática da disciplina e fez o lançamento da Pedra para a construção do novo Autódromo Internacional de Cabo Ledo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade