Cultura

Jacinto Tchipa recebe alta médica depois de meses de internamento

Manuel Albano

Jornalista

Jacinto Tchipa, uma das referências incontornáveis da música angolana, que estava internado desde o passado mês de Abril, na Clínica Sa-grada Esperança, em Luanda, devido ao agravamento do estado clínico, teve alta médica há três semanas.

30/08/2021  Última atualização 09H15
Músico cuja carreira inclui sucessos que marcaram várias gerações é uma das referências do mercado nacional © Fotografia por: Edições Novembro
Enquanto aguarda em casa pelas novas orientações médicas para a realização de outros exames complementares, o cantor disse, ontem, ao Jornal de Angola, que está a recuperar satisfatoriamente enquanto espera ser novamente submetido a uma intervenção cirúrgica ao coração.
O autor de sucessos como "África”, "Maié Maié” e "Cartinha da Saudade”, avançou que "há  necessidade de fazer uma correcção numa das veias que bombeiam o sangue”. Depois de confirmar que já chegou da Europa o aparelho específico para a cirurgia, agora o cantor aguarda somente pela resolução de algumas soluções técnicas da referida unidade hospitalar nacional.
O desobstrução de uma das veias que tem a função de bombear o sangue para as outras extremidades do corpo está entre as razões para que o músico vá à cirurgia. Apesar do estado de saúde requerer alguns cuidados específicos, o músico agradeceu a forma como está a ser acompanhado pela equipa médica da unidade hospitalar. "Sinto-me bem melhor, apesar do tratamento e de alguns cuidados”, declarou o cantor.
O Ministério da Defesa, instituição na qual trabalhou por anos e hoje é um dos reformados, tem ajudado a custear o tratamento com o dinheiro da aposentadoria da Caixa de Segurança Social das Forças Armadas Angolanas (FAA).Jacinto Tchipa há anos que sofre de hipertensão e problemas cardíacos, o que o obrigou, após o diagnóstico médico, em 2017, a uma cirurgia cardíaca e ao uso de um marca-passo (aparelho para regular os batimentos cardíacos).
Após seis meses de internamento em Luanda, o músico deslocou-se à África do Sul, em Novembro de 2018, a fim de realizar tratamentos médicos. A viagem e as consultas foram pagas pelo Ministério da Defesa. Na altura recebeu apoios da Assembleia Nacional e da Casa Militar do Presidente da República. O músico notabilizou-se no mercado nacional durante a década de 1980, quando foi vencedor, duas vezes consecutivas, em 1986 e 1987, do Top dos Mais Queridos, da Rádio Nacional de Angola (RNA).
Natural da Caála, província do Huambo, Jacinto Tchipa começou a carreira artística em 1973, quando gravou o primeiro disco de vinil "África”. O artista lançou três discos em vinil na década de 1980, com os títulos "A Cartinha de Saudades”, "Sissi Ola” e "Re-construção Nacional”. Nos anos 2000 lançou outros dois álbuns, nomeadamente os CD "Os Meus Sucessos” e "África”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura