Sociedade

Jacaré mata uma mulher na zona do Alto Catumbela

Uma cidadã de 59 anos de idade morreu, no fim-de-semana, na vila do Alto Catumbela, município da Ganda, a 210 quilómetros da cidade de Benguela, em consequência do ataque de um jacaré, na margem do rio local, soube ontem a Angop de fonte familiar.

29/10/2019  Última atualização 19H05

Trata-se de Teresa Joaquina Adelino - funcionária reformada do ex – Complexo Industrial da Celulose e Papel de Angola (CCPA), que se dirigiu ao rio Catumbela para tirar água para uso doméstico, tendo sido surpreendida pelo réptil.
Segundo a fonte, o jacaré começou por atacar a perna direita da cidadã, arrastando-a, posteriormente, para o fundo do rio, provocando à sua morte.
Entretanto, buscas foram desencadeadas no rio com a ajuda da população, o que permitiu a localização e recuperação do corpo.
O funeral da vítima foi já realizado. Este é o terceiro caso do género registado na vila do Alto Catumbela em menos de um ano.
Com uma população estimada em mais de 17 mil habitantes, a zona-1, um dos bairros mais urbanizados, onde a vítima morava, possui apenas duas cacimbas que abastecem a água a população, estando uma com a manivela avariada. Em função do baixo caudal que actualmente se verifica, a população opta por usar a água do rio.
Os habitantes da vila do Alto Catumbela, a 18 quilómetros da sede municipal da Ganda, estão desde Março de 1983 sem fornecimento de água canalizada, devido a destruição do sistema de captação de água.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade