Mundo

Itália: Tempestade deixa rasto de destruição

O número de mortos devido ao mau tempo na região fronteiriça entre França e Itália aumentou, ontem, para nove e as autoridades francesas e italianas continuam à procura de desaparecidos.

06/10/2020  Última atualização 13H15
DR © Fotografia por: uitos territórios permanecem isolados devido às inundaçõe

Quanto aos prejuízos, o Governo francês estima em mil milhões de euros em estragos. O Presidente Em-manuel Macron deverá visitar as zonas afectadas durante a semana. Aos falecidos registados no sábado, em Piemonte, Itália, somam-se agora outros em Liguria, dois deles encontrados nas cidades costeiras italianas Ventimiglia e Sanremo e outro encontrado nas margens do rio Roya.

Foi também encontrado ontem um corpo em território francês, de um pastor dado como desaparecido. No sábado, tinham-se registado duas vítimas mortais em Itália - um bombeiro de 53 anos no Vale de Aosta e um homem de 36 anos, cuja viatura havia caído no rio Sesia, na região transalpina de Piemonte.

Ontem, as regiões de Piemonte e Liguuria, no Noro-este da Itália, pediram ao Governo para decretar o Estado de Emergência, devido às inundações que afectaram aquela região transalpina. Apenas na região de Piemonte, estima-se que mais de 1.300 casas foram afectadas pela tempestade e há muitas localidades onde não há abastecimento de água e energia eléctrica.

Já em França, onde as autoridades tiveram de empenhar cerca de mil bombeiros, quatro helicópteros e forças de Exército, havia, até ontem, oito desaparecidos. As subidas "excepcionais" de água devido à tempestade causou grandes danos nas aldeias dos vales de Vésubie e de Roya, no interior do Departamento francês dos Alpes Marítimos, cuja capital é Nice, havendo casas destruídas pelas inundações e outras em risco de desabamento.

A tempestade obrigou, também, ao corte de circulação rodoviária, desabamento de pontes, danificação das estradas e deixou aldeias completamente isoladas. Segundo o presidente de Nice, Christian Estrosi, mais de 100 residências foram destruídas ou gravemente afectadas pela tempestade. Toneladas de alimentos e outros bens estão a ser enviadas para a região.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo