Regiões

ISCED do Sumbe ministra cursos de doutoramento

Víctor Pedro|Sumbe

O Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) do Sumbe, na província do Cuanza-Sul, vai contar, este ano académico, com cursos de doutoramento nas disciplinas de Metodologia de Educação de Infância, Metodologia do Ensino Primário, Língua Literária, Representação Numérica e Expressão Motora, garantiu a vice-presidente da instituição para a Área Académica.

12/09/2022  Última atualização 07H19
Novos doutores vão dar outra qualidade ao ensino na região © Fotografia por: Fernando Camilo | Edições Novembro | Cuanza-Sul

Marcelina da Fonseca fez saber que, anteriormente, a instituição, apenas, ministrava cursos de licenciatura e mestrado, mas os desafios do presente e futuro da sociedade obrigam à identificação de outros níveis do saber, para responder à actual necessidade e à procura do mercado de trabalho.

Quanto ao processo de admissão de novos estudantes para o ano lectivo 2022/2023, Marcelina da Fonseca adiantou que as inscrições para os alunos que terminaram o ensino médio decorreram sem sobressaltos, estando disponíveis 745 vagas, das quais 310 para o período pós-laboral.

"Os candidatos inscritos às vagas de acesso ao Instituto Superior de Ciências da Educação do Sumbe (ISCED) aguardam, com muita expectativa, o dia do exame, que está previsto para 19 do corrente mês", sublinhou, acrescentando que, no presente ano académico, vão ser ministrados dois novos cursos de licenciatura, nomeadamente Inglês e Física, a par das disciplinas de História, Geografia, Matemática, Sociologia, Educação de Infância, Ensino Primário, Língua Portuguesa e Química.

Lembrou que o Instituto de Ciências da Educação do Cuanza-Sul controla 76 professores, dos quais 47 efectivos, cinco colaboradores, 17 contratados e sete expatriados, número que considerou irrisório. "Estamos com défice de professores, porque a cifra actual não preenche o quadro das necessidades”, frisou, tendo defendido a necessidade da realização de um concurso público de ingresso de mais professores para o ensino superior.

Adiantou que a instituição ministra, também, cursos de mestrado nas especialidades de Pré-Escolar, Ciências da Educação, Ensino da Língua Portuguesa, da História e do Ensino Primário. Recordou que, desde a abertura do ISCED no Cuanza-Sul, a instituição de ensino superior já colocou à disposição do mercado de trabalho mais de 3.500 formados.

 

Candidatos optimistas 

Andreia Cunha, candidata a uma vaga de ingresso ao ensino superior, através do ISCED do Cuanza-Sul, afirmou que está preparada para enfrentar o exame de admissão. "Estou optimista em conseguir uma vaga para continuar a minha formação académica. Pretendo seguir o curso de Geografia”.

José Lauriano é outro candidato que vai lutar por uma vaga de ingresso no ISCED do Cuanza-Sul. Frequentou o II ciclo do ensino secundário na especialidade de Ciências Económicas e Jurídicas e pretende seguir o curso de Língua Portuguesa. "Estou esperançoso em conseguir uma vaga e tenho vantagem em relação aos outros porque gosto do curso que pretendo fazer”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões