Regiões

Institutos superiores têm cinco mil vagas

As escolas superiores do Uíge têm disponíveis cinco mil vagas para este ano lectivo, com base nos dados divulgados, ontem, ao Jornal de Angola, pelos responsáveis do Instituto Politécnico Privado e do Nzen-zo Estrela.

13/09/2022  Última atualização 09H40
Os exames de admissão são realizados no próximo dia 19 © Fotografia por: DR

O director geral do Instituto Superior Politécnico Privado do Uíge (ISPPU), Nginamau Benjamim, disse que têm disponíveis três mil vagas. No momento, revelou, têm inscritos 1.300 alunos. "A instituição tem todas as condições para receber os novos estudantes”, disse.

O ISPPU, garantiu, tem mais de 20 cursos, relacionados com as áreas das Ciências Sociais e Humanas, Educação, Engenharias e Tecnologias, assim como Ciências da Saúde. Os testes de admissão, informou, acontecem a próxima segunda-feira, dia 19. "Temos todas as condições, inclusive os laboratórios montados para as aulas práticas de medicina dentária, fisioterapia, enfermagem e análise clínicas”.

Das condições criadas, o único contratempo é a falta de laboratórios para os cursos de Ciências Sociais. "Porém, assinamos convénios com algumas instituições, para os estudantes fazerem os estágios. A mesma situação acontece com o curso de Direito, mas temos um acordo já com o Tribunal Militar e o da Comarca do Congo”. Os estágios dos cursos de Psicologia, adiantou, têm sido realizados em instituições ligadas ao Ministério do Interior, sobretudo na Comarca do Congo e na cadeia de Kindoki, em Negage, uma prática essencial na reabilitação dos reclusos.

Entre as necessidades, há, ainda, a destacar a falta de água na instituição. "O assunto pode ser ultrapassado, em breve, devido aos contactos feitos junto da Direcção Provincial das Águas. Mas temos o mínimo para uma boa formação”, referiu, acrescentando que, além dos laboratórios, os estudantes têm feito estágios curriculares nos hospitais da província.

 

Vagas no Nzenzo Estrela

A direcção do Instituto Privado Nzenzo Estrela informou, ontem, que encerra o processo de inscrições dos novos estudantes no próximo dia 29 deste mês, pois ainda tem disponíveis duas mil vagas.

O chefe do Departamento para os Assuntos Académicos, Paulo Alberto Kussikissa, disse que este ano tinham pretensões de abrir mais cursos. "Ainda não temos a autorização do ministério de tutela, mas não vamos parar, pois queremos dar mais oportunidades aos estudantes da região”.

A instituição tem ministrado os cursos de Direito, Economia, Contabilidade e Auditoria, Gestão Empresarial, Gestão de Recursos Humanos e Informática de Gestão. O instituto tem procurado também apostar nas aulas práticas.

Albertina Miezi e Lussilavova Lopes | Uíge

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões