Desporto

Inspector da CAF regista melhorias no Tundavala

Arão Martins | Lubango

Jornalista

O inspector da Confederação Africana de Futebol (CAF), Gerson de Melo, reconheceu, ontem, haver melhorias visíveis para que o Estádio Nacional Tundavala, na cidade do Lubango, província da Huíla, volte a albergar provas internacionais.

08/01/2022  Última atualização 08H25
Gerson Sena de Melo © Fotografia por: DR
O director executivo da Zona Oeste A da CAF, que falava à imprensa, no final da visita de inspecção de dois dias, que efectuou a várias zonas do Estádio, disse: "comparativamente às últimas visitas de inspecção há progressos positivos”.

Prosseguindo, Gerson de Melo afirmou: "haverá sempre reparos a fazer em função da dimensão do estádio, numa área com condições específicas e que carecem sempre de atenção. Ainda assim, cremos que as melhorias verificadas devem ser sempre o caminho a percorrer”.

O dirigente destacou o empenho do Executivo, da Federação Angolana de Futebol (FAF), dos clubes e bem como dos órgãos de Comunicação Social, pela manutenção e divulgação de uma infra-estrutura que permite receber jogos internacionais.

Durante a visita, o inspector acompanhado pelo emissário da FAF e um agente da direcção do Sagrada Esperança da Lunda-Norte, um dos representantes do país na fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões de África, a par do Petro de Luanda, examinou  a relva, e em seguida inspeccionou a área VIP, de aquecimento, balneários, sala destinada a treinadores, verificou também a iluminação, ventilação, zonas dos árbitros, salas de recepção de figuras VIP, do delegado ao jogo, de primeiros socorros, anti-doping, zona de imprensa e outras.

Gerson de Melo disse que não se pode esquecer que o futebol vai evoluindo e com isso aumentam as exigências.  
"Por isso, estamos aqui. A nossa função não é só fiscalizar e fazer relatórios com pontos positivos e negativos, mas também, trabalhar com os órgãos afins para, em função das necessidades, serem feitas melhorias todos os dias para que a festa da bola seja vivida com todo o entusiasmo e dentro dos parâmetros previamente determinados pela FIFA e  CAF”, defendeu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto