Sociedade

Ingresso no ensino médio condicionado a um exame

António Cristóvão

Jornalista

O ingresso dos alunos para o ensino médio e Institutos Técnicos Agrários nas instituições públicas, público-privadas e privadas passa a depender, a partir do ano lectivo 2024/2025, de um teste escrito, anunciou, em Luanda, o director do Instituto Nacional de Formação de Quadros do Ministério da Educação.

21/06/2024  Última atualização 14H35
© Fotografia por: DR

Em declarações ao Jornal de Angola, Caetano Domingos esclareceu que as provas vão ser realizadas nos dias 6 e 7 de Agosto, nas áreas do ensino técnico-profissional do ramo Industrial, Administração e Serviços, Saúde e dos Institutos Técnicos Agrários.

O teste vai ser realizado apenas pelos alunos que concluíram a 9.ª classe no I Ciclo Primário. Além do teste de Língua Portuguesa e Matemática para todos os novos alunos, o candidato vai ser examinado nas disciplinas nucleares do ramo em que concorre, sublinhou. 

No caso do candidato ao ensino técnico-profissional em Saúde, exemplificou, este vai ser submetido à prova de Biologia e Química. O aspirante ao ramo industrial, disse, terá o teste obrigatório na disciplina de Física.

Os novos alunos para os liceus ou antigos estabelecimentos de ensino Pré-Universitários (Puniv) estão isentos das provas de admissão.

Em relação às instituições que farão as provas, Caetano Domingos apontou para todas as escolas públicas, público-privadas e privadas, num total de 590 estabelecimentos do ensino técnico-profissional do país.

De acordo com o responsável, o teste escrito foi regulamentado pelo Decreto n.º 167/23, de 8 de Agosto, que aprova o regime jurídico do subsistema de Ensino Secundário Técnico-profissional, com base no Despacho Presidencial n.º 254/19, de 9 de Agosto.

As inscrições, selecção e publicação das listas de novos alunos vão ser realizadas no período de 25 de Julho a 2 de Agosto, de acordo com o Decreto Executivo n.º 56/2023, de 17 de Agosto, do Ministério da Educação. Segundo o mesmo documento, as matrículas estão aprazadas para o período entre 19 e 23 de Agosto. O próximo ano lectivo arranca no dia 2 de Setembro, após a abertura formal a 30 de Agosto.

 Francês na 5ª classe

Um total de 144 escolas das 18 províncias do país foi escolhido pelo Instituto Nacional de Avaliação e de Desenvolvimento da Educação (INADE) para o arranque da fase experimental do ensino da língua francesa na 5ª classe, no ano lectivo 2024/25, revelou, ontem, o director do Instituto Nacional de Formação de Quadros, Caetano Domingos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade