Opinião

14/09/2022 Última atualização 05H55
Opinião

Posse do Presidente da República e reunião constitutiva do Parlamento

1. O sistema político angolano tem características especiais, não existe nenhum igual, é original e quem não estuda os autores nacionais e a Constituição, não entende o sistema de Governo angolano.

13/09/2022 Última atualização 06H55
Opinião

Os caminhos da esperança

É difícil encontrá-los, mas os caminhos da esperança estão sempre aí: eles unem os indivíduos e os povos, também.

13/09/2022 Última atualização 06H55
Opinião

A indústria têxtil no plano da economia circular

Os recentes consensos alcançados, em torno do crescimento e desenvolvimento sustentável, reflectem uma viragem radical na forma como as nações valorizam o tema ambiental e a transição para economia circular. Hoje, é pacifico e tem sido amplamente debatido que a falta de desenvolvimento económico, mesmo em lugares longínquos, são factores de instabilidade e concorrem para o fraco crescimento dos países.

13/09/2022 Última atualização 06H55
Opinião

Entre prevenir e remediar

O facto de as forças de Defesa e Segurança estarem desdobradas em várias artérias terá levado algumas sensibilidades a desenvolverem reacções variadas, algumas inclusive exageradas.

12/09/2022 Última atualização 07H36
Opinião

Urge virar a página. Há mais país, meus senhores!

Com o Acórdão do Tribunal Constitucional, acredito que fica concluído o processo eleitoral. Não podemos ficar mais tempo nisso. O país está parado. Muitos negócios foram adiados, com potencialidade de empregos para as pessoas. Também no plano político é urgente que todos os contendores possam atender as mensagens subliminares do resultado eleitoral. Convenhamos, isso só é possível com mais e mais trabalho.

12/09/2022 Última atualização 07H35
Opinião

Ideias sobre a futura estrutura do Governo

Cinco anos depois, o Presidente João Lourenço tem a partir desta semana a oportunidade de corrigir o que está mal com a estrutura do Governo. Não pretendemos desvalorizar a importância das pessoas. Concordamos todos que o novo Governo tem necessidade de gente com mais capacidade de diálogo, mais competência técnica, menos arrogância e menos dada a escândalos.

12/09/2022 Última atualização 07H34
Opinião

A ordem pública

A ordem, tranquilidade e segurança públicas, entendidas como condições e o estado de legalidade normal, em que as autoridades exercem suas principais atribuições e os cidadãos as respeitam e acatam, constituem o fundamento da vida em sociedade.

11/09/2022 Última atualização 09H53
Opinião

Kotas à volta da fogueira

Agosto da despedida do Arquitecto da Paz foi-se. Cumprimos com o devercívico de votar pela quinta vez. Neste oitavo mês do ano, os kotas do bairro, aqui em Cacuaco, (eu incluído) sentámo-nos à volta de uma fogueira para abrir o baú de recordações pela mão e cachimónia do maisvelho Tiago Camba José, conhecido no seio dos avilos, atrevidos e curiosos como “O Mítico ”. De 79 cacimbos passados, tem conhecimentos, quanto baste, para debater múltiplos assuntos sobre Angola.

11/09/2022 Última atualização 09H50
Opinião

A mulher que me “jornalisticou”

Nasci na pontinha dos anos 70. Por um triz teria nascido na década de 80. Faltavam seis meses para que isso tivesse acontecido, mas Deus é bom, fez-me conhecer o mundo em Março, há 43 anos.

11/09/2022 Última atualização 08H21
Opinião

Atrás vem gente

Os últimos dias, contados a partir do rescaldo das Eleições Gerais, a 24 de Agosto, ficaram marcados por alguma apreensão e intranquilidade. Aliás, paira ainda certo espectro de expectativa e ansiedade, que só deverá desvanecer-se com a tomada de posse do Presidente eleito, João Lourenço, a nomeação e entrada em função do novo Governo e a ocupação dos assentos, no Parlamento, pelos deputados.

11/09/2022 Última atualização 06H30
Opinião

Críticos literários do Século XX: Mohamadou Kane - II

Venho propor um breve retrato de Mohamadou Kane (1933-1995), o filósofo da literatura e crítico literário senegalês, proponente de rupturas em matérias respeitantes à história literária, teoria e interpretação do romance africano.

11/09/2022 Última atualização 06H25
Opinião

A (des)interessante vitória da abstenção (Conclusão)

Com a conclusão do contencioso eleitoral tendo como recorrente a UNITA que, rejeitando a decisão da Comissão Nacional Eleitoral, recorreu ao Tribunal Constitucional, instituição que nos termos da alínea c) do nº 2, do Artigo 181º da Consitutição da República de Angola (CRA), exerce jurisdição sobre questões de natureza eleitoral e político partidário, fechou-se parte significativa do processo eleitoral, tema desta abordagem, que incidiu sobre as razões objectivas da grande escala de abstenção nele registado.