Sociedade

Inaugurada estação da Rádio Mais na província de Cabinda

Bernardo Capita | Cabinda

Jornalista

O Grupo Media Nova inaugurou, terça-feira(02), em Cabinda, a Rádio Mais, implantada no Centro da cidade capital da província mais a Norte do país, num acto presidido pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira.

02/11/2022  Última atualização 08H10
Instalações radiofónicas em Cabinda do Grupo Media Nova inauguradas pelo ministro Mário Oliveira © Fotografia por: DR

Na ocasião, o governante defendeu a necessidade de os órgãos de Comunicação Social contribuírem cada vez mais na educação dos cidadãos sobre a cidadania, vi-sando o resgate dos valores morais e cívicos.Mário Oliveira, que falava durante a inauguração da Rádio Mais, do Grupo Media Nova, acrescentou que os media devem participar com acções de sensibilização, informação e formação dos cidadãos.

Neste particular, o ministro disse que espera da estação radiofónica ora inaugurada, na província, o seu contributo e empenho na sensibilização dos habitantes de Cabinda.

"Espero que esta Rádio possa contribuir positivamente na educação dos cidadãos no que diz respeito aos valores morais e da cidadania que são aspectos fundamentais para a vida do país e da província, em particular”, reiterou.

O ministro referiu que a Rádio Mais é mais um órgão de Comunicação Social na província projectada para permitir que a informação chegue aos cidadãos com a qualidade desejada, quer do ponto de vista tecnológico, quer do ponto de vista da linha editorial, instrumentos bastante importantes na divulgação de actividades socioeconómicas e culturais de Cabinda.

Acrescentou que a Rádio Mais Cabinda é um espaço plural de informação, onde os cidadãos passam a colocar as suas ideias em relação à província.

"A inauguração desta estação de rádio é um marco muito importante para a província de Cabinda, uma vez que vai permitir com que a informação chegue aos cidadãos com a qualidade desejada, quer do ponto de vista tecnológico, quer do ponto de vista de linha editorial”, disse, reiterando que só desta maneira os cidadãos estarão mais informados e capazes de contribuir com ideias positivas para a vida do país e da província.

A governadora da província, Mara Quiosa, que testemunhou o acto de inauguração da estação radiofónica e do Gabinete de Correspondência do Jornal o País, dois órgãos adstritos ao Grupo Media Nova, disse que a implantação da rádio em Cabinda "é uma mais-valia para o sector da Comunicação Social da região, por ser mais um órgão de informação que surge com a responsabilidade de informar, formar e recriar os cidadãos nos mais variados domínios da vida”.

Realçou que o órgão, em causa, é mais um enteprivado que se junta aos esforços do Governo no que toca à busca de soluções de emprego, por ter absorvido no seu quadro de pessoal jovens profissionais locais.

"Essa estação de rádio é uma mais-valia para a província, porque, para além do seu objecto social que é informar, formar e recriar, vai ajudar o Governo na promoção da empregabilidade, uma vez que é uma casa nova e, seguramente, empregou e continuará a empregar quadros e profissionais locais, sobretudo, os jovens”, frisou.

A Rádio Mais Cabinda é a quinta estação radiofónica do Grupo Media Nova e quarta fora de Luanda, depois de Benguela, Huíla e Huambo.

Integraram a comitiva do ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social a Cabinda o secretário de Estado para Comunicação Social, Nuno Caldas, o director nacional de Informação e funcionários seniores do pelouro.

À margem da inauguração da estação radiofónica, o ministro Mário Oliveira visitou os órgãos locais de Comunicação Social, incluindo o Centro Emissor da RNA, situado na localidade do Tenda (Cacongo), 45 quilómetros a Norte da cidade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade