Gente

Império de Kassitur alcança mercado anglófono

Diversas individualidades da vida social angolana e estrangeira testemunharam na sexta-feira, na sala Brasil do hotel Epic Sana, em Luanda, a cerimónia de assinatura do memorando de entendimento entre a Câmara de Comércio e Indústria Angola e Bélgica e o escritor angolano F. Tchikondo.

12/09/2021  Última atualização 10H25
© Fotografia por: Cedida
O objectivo do memorando, segundo o Reverendo Lei Gomes, que fez a sua apresentação, é a tradução da obra literária "O Grande Império Kassitur na Dinastia Sekele", para a língua inglesa e a sua edição em formato de banda desenhada, para crianças, pela constatação de que o livro reflecte uma visão futurista e renascentista de África, assente no desenvolvimento tecnológico e no conhecimento científico. A versão inglesa será divulgada internacionalmente, numa primeira fase nos mercados da África do Sul e da Nigéria e, posteriormente, nos vários países anglófonos. Rubricaram o memorando o escritor e a presidente da Câmara, Isabel Cruz, numa cerimónia animada pela música de Gari Sinedima e que teve as presenças da ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria Bragança Sambo, os ministros das Relações Exteriores, Téte António, e da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, do deputado e escritor Boaventura Cardoso, do embaixador do Ruanda, Wellars Gasamagera, do representante da embaixada da África do Sul, escritores, entre outras entidades. F. Tchikondo é o pseudónimo literário de Francisco Queiroz, o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Gente