Política

IGAE pede apoio ao governo local

Victorino Matias | Dundo

Jornalista

O inspector-geral da Administração de Estado, Sebastião Gunza, disse, sábado, no Dundo, contar com o apoio do Governo Provincial da Lunda-Norte no combate ao peculato e branqueamento de capitais.

25/10/2021  Última atualização 04H30
© Fotografia por: DR
 Ao intervir no acto de apresentação do delegado provincial da Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) na Lunda-Norte aos membros do governo e responsáveis dos órgãos que intervêm na administração da Justiça, Sebastião Gunza referiu que o apoio institucional das autoridades locais vai contribuir, significativamente, para o êxito do trabalho da instituição.


Sebastião Gunza falou das qualidades do delegado provincial da IGAE na Lunda-Norte, Avelino Altino Canjengo. Disse tratar-se de um quadro sénior da IGAE que vai ajudar na melhoria do trabalho da gestão da coisa pública.
Sublinhou que o apoio institucional do governo provincial vai ser determinante para a consolidação do processo de  instalação da delegação da IGAE.

O inspector-geral da Ad-ministração do Estado ape-lou, ainda, à colaboração dos demais órgãos locais, sobretudo aqueles que intervêm, de forma directa ou indirecta, na prevenção e combate aos crimes de peculato e branqueamento de capitais.
Sebastião Gunza esclareceu que a IGAE não surgiu para substituir a Procuradoria-Geral da República, o Comando Provincial da Polícia Nacional, o Serviço de Investigação Criminal (SIC) ou governo provincial, mas para "ajudar na resolução dos crimes de má gestão da coisa pública”.

Além da actividade típica de controlo interno, disse, a representação da IGAE na Lunda-Norte vai ter o papel de combater a corrupção, da mesma forma que tem se observado no órgão central da instituição.
Sebastião Gunza exortou a população a ter cultura de denúncia, principalmente dos actos de improbidade praticados pelos gestores e agentes públicos.


O governador da Lunda-Norte, Ernesto Muangala, afirmou que a província tem criadas todas as condições para que o delegado da IGAE e sua equipa trabalhem sem constrangimentos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política