Regiões

Huambo: Venda de medicamentos leva detenção de enfermeiro

Dois funcionários da secção de Oftalmologia do Hospital Geral do Huambo foram detidos, por desvio e comercialização de medicamentos de distribuição gratuita.

22/10/2022  Última atualização 08H00
© Fotografia por: DR
De acordo com o Comando da Polícia Nacional da Província do Huambo, que divulgou a informação, os funcionários foram detidos na quinta-feira quando tentavam comercializar medicamentos de distribuição gratuita a um paciente.

Trata-se de uma enfermeira e um escriturário dactilógrafo, de 49 e 33 anos, respectivamente.

Segundo a fonte, os acusados foram detidos em flagrante pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), em colaboração com a Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE).

Esta é a segunda vez, no presente ano, que efectivos do SIC, em colaboração com a IGAE, detêm funcionários do Hospital Geral do Huambo, por práticas de corrupção passiva e desvio de medicamentos.

Na primeira vez, foram três funcionários da secção de cirurgia, por desvios de medicamentos.

Paralelamente, um cidadão nacional, de 18 anos, foi detido, igualmente, quinta-feira, por vandalização e furto de 300 metros de cabos de rede da fibra óptica, enquanto um adolescente de 15 anos, encontra-se em regime de prevenção criminal, por ser acusado de violar sexualmente, no município da Chicala-Cholohanga, uma criança de três anos.

Com mais de dois milhões 600 mil habitantes, a província do Huambo é composta, administrativamente, por 11 municípios e 37 comunas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões