Regiões

Hospital Provincial de Cabinda aposta na melhoria da assistência

Pedro Suculate|Cabinda

Jornalista

A assistência médica e medicamentosa no Hospital Provincial de Cabinda melhorou significativamente, nos últimos dias, com a instalação, naquela unidade sanitária, de serviços de tomografia axial computorizado (TAC), Raio X de alta definição, sala de hemodiálise, de triagem, de síndrome respiratório e do sistema “Manchester”, disse, sábado, o vice-governador para o Sector Político e Social.

28/03/2022  Última atualização 09H15
© Fotografia por: DR

Miguel de Oliveira, que falava durante a sessão de abertura das quartas jornadas científicas do Hospital Provincial de Cabinda, que teve como lema "Promovendo acções de melhoria, para garantir a saúde e bem-estar da população”, acrescentou que os novos serviços na maior unidade sanitária da província, com capacidade para 120 camas, representam um grande avanço e motivo de satisfação, por "fazerem parte dos planos do Governo que visam a busca permanente de soluções para a melhoria da assistência médica à população".

”O avanço dado na maior unidade sanitária da província é uma clara demonstração do empenho do Governo que visa a busca permanente de soluções modernas atinentes à melhoria da qualidade dos serviços de saúde prestados à população, de acordo com os padrões internacionais”, sublinhou.

 O vice-governador enalteceu a direcção do Hospital Provincial pela realização das quartas jornadas científicas, referindo que as mesmas revelam o cumprimento dos seis principais objectivos que caracterizam o funcionamento de uma unidade sanitária, nomeadamente a prevenção, promoção, tratamento, reabilitação, ensino e pesquisa.

"Organizar uma actividade dessa natureza é pensar no presente e no futuro dos técnicos, a fim de lidarem melhor com os pacientes e manusearem os equipamentos instalados na unidade sanitária de acordo com os padrões internacionais”, sublinhou Miguel de Oliveira, para quem, só com dedicação, profissionalismo e humanismo, aliados à actualização permanente dos conhecimentos, irá permitir que o Hospital Provincial continue a manter o prestígio que conquistou durante vários anos, fazendo com que a unidade sanitária tenha os seus alicerces baseados na ciência e na tecnologia.

O director-geral do Hospital Provincial, Pombalino Martins, destacou a importância das quartas jornadas científicas, salientando que as mesmas não só vão permitir um maior intercâmbio, como também possibilitar aos profissionais de Saúde maior capacidade de investigação científica e novos conhecimentos.

As jornadas científicas tiveram a duração de dois dias, durante os quais foram abordados temas ligados à humanização dos serviços de saúde, complicações agudas das diabetes, hipertensão arterial, dorsalgia e factores socioculturais que influenciam o seu surgimento.

Lesão renal aguda causada pela picada de abelha, morbi-mortalidade por malária em idades pediátricas e supervisão em enfermagem foram temas que também mereceram a atenção dos participantes, entre membros do Conselho de Direcção do Hospital Provincial, médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico, terapeutas, docentes, estudantes do curso de medicina e pessoal administrativo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões