Regiões

Hospital Municipal de Londuimbali diagnostica 40 casos de malnutrição

Justino Victorino / Huambo

Jornalista

Hospital Municipal do Londuimbali, província do Huambo, registou, desde o início do ano, 40 casos de malnutrição em crianças dos zero aos cinco anos, revelou ao Jornal de Angola, o director-geral da instituição.

03/06/2021  Última atualização 10H13
© Fotografia por: DR
Victorino  Chingui explicou que grande parte das crianças com a doença é proveniente de zonas rurais, onde se verifica a falta acentuada de alimentos e os bebés são desmamados  muito cedo. "Até aos seis meses os bebés devem ser alimentados apenas por aleitamento. Portanto, só depois deste período  devem  consumir com outros produtos , mas ainda assim têm de continuar a ser amamentados até pelo menos aos dois anos de idade, para se  evitar casos de doenças diarreicas e respiratórias agudas e malária”, esclareceu.


 A  negligência de alguns progenitores, que deixam os bebés sob cuidados de menores, foi apontada também por Victorino Chingui  como  uma das causas que originam o aumento de casos de malnutrição na região, com maior incidência no meio rural.  
"O actual quadro da doença na região é preocupante, pelo que estamos a implementar um Programa de Nutrição na localidade que prevê formar quadros de vigilância nutricional, para atender um vasto número de crianças que sofrem da doença”, disse..

A demora do arranque  dos centros para o atendimento destes casos, por falta de suprimentos nutricionais, foi uma das inquietações manifestada pelo director do hospital .

 O Hospital Municipal do Londuimbali, com capacidade para  internamento de 61 doentes,  presta serviços nas áreas de Pediatria, Medicina, Puericultura, Obstetrícia, Banco de Urgência, Fisioterapia, Farmácia,  La-boratório de Análises Clínicas entre outras.  
Os serviços são assegurados por um corpo clínico de 120 trabalhadores, entre  médicos, enfermeiros, técnicos de diagnósticos e pessoal auxiliar administrativo.
 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões