Mundo

Guterres toma posse para segundo mandato

António Guterres, 72 anos, é reconduzido, hoje, como Secretário-Geral das Nações Unidas, tendo obtido o voto favorável e unânime dos 193 Estados membros da organização fundada a 4 de Outubro de 1945 com sede em Nova Iorque, noticiou a Lusa.

18/06/2021  Última atualização 03H00
© Fotografia por: DR
A par do ex-Primeiro-Ministro português, apenas outros oito nomes (todos homens) ocuparam este cargo ao longo das mais de sete décadas de existência das Nações Unidas.
A disponibilidade de António Guterres para cumprir um segundo mandato de cinco anos como SG da ONU foi confirmada a 11 de Janeiro passado  e em 75 anos de vida da organização apenas o egípcio Boutros Boutros-Ghali não foi reconduzido no cargo.

Guterres, ex-Alto Comissário da ONU para os Refugiados, foi aclamado pelos 193 Estados-membros da Assembleia-Geral para o cargo a 13 de Outubro de 2016, após uma importante e determinante recomendação do Conselho de Segurança adoptada a 6 de Outubro desse ano.Em Janeiro de 2017, Guterres tornava-se o nono Secretário-Geral da ONU para um mandato de cinco anos, até 31 de Dezembro de 2021, iniciando oficialmente o segundo a 1 de Janeiro de 2022.


Promoção de mulheres

A Nobel da Paz iraniana Shirin Ebadi tem um pedido para António Guterres que ajude a promover as mulheres na organização.
"O meu pedido” é para "ajudar a promover as mulheres que trabalham nas Nações Unidas. É o que gostaria que fizesse como Secretário-Geral da ONU”, disse à Lusa numa entrevista por videoconferência.

A activista disse que nunca teve oportunidade de se encontrar com António Guterres e em relação à renovação do seu mandato à frente da ONU comentou: "Para dizer a verdade, em geral, o Secretário-Geral da ONU não tem muito poder”.
"São as grandes potências do mundo que parecem dirigir o espectáculo”, disse.






Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo