Cultura

Grupos voltam a desfilar na Marginal de Luanda

Mário Cohen

Jornalista

O desfile competitivo do Carnaval luandense, edição 2022, volta a ser realizado na Marginal de Luanda, na Avenida 4 de Fevereiro, depois de uma década desde a última edição realizada nesse local.

13/10/2021  Última atualização 06H00
Direcção da APROCAL critica postura do União Mundo da Ilha no Assalto ao Carnaval © Fotografia por: Rafael Tati | Edições Novembro
A informação foi avançada, segunda-feira, em Luanda, pelo presidente da Associação Provincial do Carnaval de Luanda (APROCAL), Tany Narciso, durante uma reunião de concertação com os presidentes e comandantes dos grupos carnavalescos da capital, realizada no auditório da Escola Njinga Mbande.

A reunião serviu, igualmente, para analisar os vários pontos que contribuem para o desenvolvimento do Carnaval e fazer o balanço do Assalto ao Carnaval de Luanda, que aconteceu a 25 de Setembro.
A questão das inscrições dos grupos para o desfile competitivo do Entrudo, edição 2022,  os ensaios técnicos dos grupos carnavalescos, a administração da vacina da Covid-19 e as oficinas do Carnaval foram outros assuntos tratados na reunião.

Tany Narciso disse que as inscrições dos grupos tiveram início ontem e terminam no próximo dia 27. Sobre o Assalto ao Carnaval, o presidente da APROCAL assegurou que foi uma festa em que os chamados para o evento souberam corresponder à expectativa, daquilo que foi a abertura da próximo edição do Entrudo de Luanda.

A direcção da APROCAL, disse, não gostou da presença e actuação do vencedor da edição 2020 e mais titulado do Carnaval de Luanda, o União Mundo da Ilha, no Assalto ao Carnaval por se ter apresentado no desfile com menos de 30 elementos.

O presidente da APROCAL disse que o órgão que dirige vai convocar os responsáveis do União Mundo da Ilha para saber o que é que se está a passar no grupo, uma vez ser uma agremiação que sempre dignificou o Carnaval de Luanda.

Para o secretário-geral da APROCAL, António de Oliveira "Delon”, o Assalto ao Carnaval é uma resenha daquilo que vai ser a maior manifestação cultural do Entrudo de Luanda.

Explicou que o que o União Mundo da Ilha fez não se justifica, pelo facto de os grupos terem sido informados a desfilarem no Assalto ao Carnaval com um número superior a 50 elementos. "A actuação do União Mundo da Ilha foi uma decepção”, desabafou.

O secretário para a Acção Cultural da APROCAL, Dumay Missete, disse que na próxima edição do Entrudo de Luanda só vão descer à Marginal de Luanda os grupos cujos integrantes estiverem todos vacinados contra a Covid-19. 

O Assalto ao Carnaval foi realizado no dia 25 de Setembro, na Praça da Independência, em Luanda, no qual participaram os grupos vencedores da edição 2020, o União Mundo da Ilha, Njinga Mbande,  União 54, União Recreativo do Kilamba e União Amazonas do Prenda.

A APROCAL tem agendadas para este mês várias actividades que visam o engrandecimento do Entrudo de Luanda, com destaque para o encontro com os patrocinadores do Carnaval, a ser realizado amanhã, às 10h00, na Casa da Juventude, em Viana, e a oficina do Carnaval, no sábado, às 9h00, no Palácio de Ferro, na Baixa de Luanda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura