Cultura

Grupo Horizonte Njinga Mbande estreia a peça “Maldito Negócio”

A companhia de artes Horizonte Njinga Mbande estreia quarta-feira (10), em sessão única às 20h15, no seu auditório, o super espectáculo intitulado “Maldito Negócio”, que mostra o lado claro e escuro dos negócios, com os magníficos actores: David Enoque e Galiano da Rocha, e a participação especial do actor cubano Angel Agcuel.

09/11/2021  Última atualização 09H55
Grupo Horizonte Njinga Mbande © Fotografia por: DR
O espectáculo, que volta à cena de quinta-feira a domingo, em duas sessões às 18h45 e 20h15, é uma produção do Horizonte Njinga Mbande, em 2021, com participação especial do actor cubano Angel Agcuel, um internauta fiel do Horizonte Njinga Mbande, que acompanhava a companhia pelo exterior. Tendo logo a oportunidade de vir a Angola por motivos pessoais, não hesitou em trocar as primeiras impressões com a companhia, culminando nesta participação mais que especial. 

Angel, que frequentou uma formação de teatro durante quatro anos em Cuba, possui sete anos de experiência em palco. Fez parte do grupo de teatro de origem cubana "Orga Alonso”, que tem Umberto Rodrigues como encenador e director. Um grupo experimental muito conceituado em Cuba, que forma crianças e adultos e que lançou vários artistas para o mercado nacional e internacional.


Ainda pelo grupo "Orga Alonso”, Angel fez parte do elenco das peças "Santa Camila de lá Habana” e "Andova” . Teve também algumas participações na TV cubana.


Fundado a 8 de Outubro de 1986 pelos actores Adelino Caracol e Ezequiel Issenguele, a Companhia de Artes Horizonte Njinga Mbande tem a sede e auditório na Escola Njinga Mbande, em Luanda.


O grupo tem vindo a apresentar projectos multidisciplinares que privilegiam uma abordagem contemporânea e uma pesquisa estética e temática do quotidiano angolano. Tem, igualmente, feito adaptações de obras literárias, para levar ao palco situações  da cultura nacional.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura