Cultura

Grace Évora leva amizade e gratidão ao Resort Palanca

Analtino Santos

Jornalista

O músico cabo-verdiano Grace Évora animou domingo, o projecto “Almoço de Família”, no Resort Palanca, no Kikuxi, em Luanda. Ao som de “Junta Ma mos” e “El Sabim” com Maya Cool em palco os artistas manifestaram a parceria musical e celebraram a amizade entre Angola e Cabo-verde.

31/05/2022  Última atualização 19H30
Grace Évora e Maya Cool manifestaram parceria musical © Fotografia por: Alberto Pedro | edições novembro

O concerto foi uma produção da "É só isso, o resto é só boato” teve na primeira parte artistas nacionais. Temas conhecidos da música angolana foram interpretados por Metodo Quarto acompanhado por Texas na guitarra. Bebucho Q Kuia  também subiu ao palco para animar com o estilo que o caracteriza e para encerrar esta fase, Filho de Zua foi chamado e mais uma vez Texas na guitarra fez o suporte para o autor de "Saia Dela”.

O artista que actuou na segunda parte da actividade actuou com uma banda liderada pelo guitarrista Johnny Fonseca acompanhado ainda por Elias( baixo), Chris (teclado) e Edinho Brito (teclados) e foi depois de uma introdução feita pelos instrumentistas que  a principal atracção subiu em palco interpretando "Ka Te Razão” proporcionando o primeiro momento de agitação.

O músico passeou pelos principais êxitos da carreira e o público ávido para dançar não resistiu em temas como  "Tristeza deste Mundo”, "Lolita”, "Bia” e outros temas a solo e de formações como Livity e Splash. Maya Cool recordou temas do álbum "Igual a Ti” num dueto que emocionou os presentes.

O angolano voltou a partilhar o palco em "El Sabim” uma coladera onde o que há de melhor em Cabo-verde é exaltado e angolano em palco aproveitou para fazer o mesmo em relação ao país.

Grace Évora manifestou a gratidão que tem pelo povo angolano e a satisfação por mais uma vez regressar, depois de dois anos impedido por conta da covid-19. A Produtora "É só isso, o resto é só boato” prometeu levar para o próximo mês uma estrela antilhana.

Grancindo Évora nasceu a 2 de Fevereiro de 1969, na Ilha de São Vicente, mas aos 8 anos partiu com os pais para França, onde ficou seis meses e depois partiu para a Holanda. Iniciou a sua carreira musical como baterista do grupo Livity e trabalhou com outros agrupamentos, como Splash Koladance, Rabelados, Mobass e Cabo-Verde Show.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura