Sociedade

Governo entrega meios para melhor policiamento

Carlos Paulino | Menongue

Jornalista

O patrulhamento de proximidade nos bairros periféricos da cidade de Menongue ficou, desde quarta-feira, mais reforçado, com a entrega, pelo governador do Cuando Cubango, José Martins, de 12 motorizadas à Unidade Operativa do Comando Provincial da Polícia Nacional.

21/01/2022  Última atualização 07H55
Polícia do Cuando Cubango reforçada com mais motorizadas © Fotografia por: DR
José Martins referiu que a entrega das Yamaha, de 150 cilindradas, vai ajudar nas operações da Brigada Motorizada da Unidade Operativa, localizada no bairro Castilho, arredores da cidade de Menongue, e melhorar a segurança pública.

O governador provincial avançou que, para a Polícia fazer um combate cerrado à criminalidade, necessita de usar meios e métodos mais profissionais. Por isso, disse que o Governo viu-se obrigado a apoiar a corporação, numa primeira fase, com as 12 motorizadas.
José Martins garantiu que o Governo vai continuar a apoiar as unidades da Polícia Nacional na província, com diversos meios, para que tenham mais capacidade de reacção pontual aos diferentes problemas que acontecem na região.

Referiu que outra aposta estará virada no melhoramento das condições de acomodação dos efectivos da corporação, sobretudo da Unidade Operativa, cujas instalações onde funciona são adaptadas e não estão à altura das exigências deste órgão do Ministério do Interior.

José Martins apelou aos moradores do bairro Castilho, no sentido de colaborarem com a Polícia Nacional, principalmente na denúncia de crimes ou de supostos criminosos que colocam em perigo a segurança pública.

O comandante provincial da Polícia Nacional, comissário José Chinhama, agradeceu o gesto do Governo do Cuando Cubango, uma vez que as motorizadas entregues vão permitir o aumento da capacidade operativa e visibilidade policial, em termos de patrulhamento em muitos bairros de Menongue.

José Chinhama considerou que a situação de segurança pública na província é estável, apesar do aumento do registo dos crimes de roubo e furto que, muitas vezes, são praticados com armas de fogo, mas com respostas pontuais dos efectivos da corporação.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade