Regiões

Governo do Huambo ajuda menina sobrevivente

Justino Victorino / Huambo

Jornalista

O Governo Provincial do Huambo garantiu criar mecanismos que viabilizem a criação de condições para apoiar a família da menina que sobreviveu à explosão de um engenho, no quintal de uma habitação, no bairro Calomanda, a 2 deste mês.

14/08/2021  Última atualização 10H25
© Fotografia por: DR
A promessa foi feita pela governadora do Huambo, Lotti Nolika, que visitou, no Hospital Central, a menina, sobrevivente a um acidente que provocou a morte de três outras crianças.

"É uma situação bastante triste para a família. Acompanhamos o funeral das três crianças e, hoje, estamos aqui para nos solidarizarmos com a única sobrevivente do incidente”, disse a governadora, que lamentou o facto de a menina ter sido amputada uma das pernas.

Sobre o estado da menina, Lotti Nolika foi informada de que a menina está, ainda, com traumas do acidente e, inclusive, não quer regressar à casa, onde accionou o engenho explosivo.

Em resposta, a governadora disse que o governo vai trabalhar para atribuir uma casa aos familiares da menina, no sentido de evitar que a pequena regresse a casa arrendada onde vivia até ao dia do acidente.

A menor sobrevivente teve múltiplos ferimentos a nível das duas pernas, braços, coxas e lesão na bolsa escrotal. Mas, o médico ortopédico João Carlos garantiu que a criança está fora de perigo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões