Cultura

Governo do Bengo anuncia reabilitação do património

Alfredo Ferreira / Caxito

Jornalista

O Governo do Bengo aposta na reabilitação dos monumentos e sítios da província, localizados no município de Ambriz, para que a história seja bem preservada e passada de geração a geração, avançou, segunda-feira, em Caxito, o vice-governador para a Esfera Técnica e Infra-estruturas.

20/04/2022  Última atualização 11H10
Museu da Tentativa necessita urgente de obras de reabilitação © Fotografia por: Santos Pedro| Edições Novembro

Agostinho da Silva, que falava no acto alusivo às comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, no auditório General Foguetão, destacou que a província controla um total de sete monumentos e sítios, classificados pelo Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, sendo dois no município do Dande (sede provincial) e cinco no Ambriz.

No  Ambriz, afirmou, a Fortaleza, a Câmara Municipal, a Casa dos Escravos, a zona histórica e a Igreja de São José necessitam de reabilitação urgente, enquanto no Dande, a Igreja de Santa Ana e o Edifício do Chalé, onde funciona, actualmente, a sede do Governo da Província do Bengo, encontram-se  em  bom estado de conservação.

Segundo o vice-governador do Bengo, a preservação dos monumentos e sítios permitem às gerações vindouras manterem contactos com a história do país, além de constituírem fontes de consultas bibliográficas para investigadores nacionais e estrangeiros.

O chefe do Departamento de Património e das Comunidades Tradicionais, do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Ambiente e Juventude e Desportos, Augusto Sacova, adiantou que a província conta com um total de 107 monumentos e sítios históricos, dos quais 100 aguardam pela sua classificação.

Augusto Sacova disse que o Museu da Tentativa, que recebia mais de 40 visitantes por mês, também necessita de obras de restauro. "As constantes chuvas, que se abatem sobre a região, provocaram fissuras nas suas infra-estruturas, deixando-a em condições pouco atractivas aos olhos dos turistas”, disse .

Acrescentou que o Memorial dos Heróis da Pátria Tombados na 1ª Região Político-Militar, o Museu da Tentativa e a Região do Príncipe dos Dembos constam do roteiro turístico da província do Bengo. "No que diz respeito ao turismo cultural, as Festas da Lagoa da Ibêndua e a Pedra Verde constituem as principais atracções dos turistas”, adiantou Augusto Sacova.

 
Palestra

Para o historiador Justo Muangunga, mais do que o Governo gizar políticas de conservação, os cidadãos devem ajudar a preservar os monumentos e sítios históricos, para que desta forma estejam todos envolvidos na mesma causa.

Ao dissertar segunda-feira, na palestra sobre "Formas de Preservação do Meio Ambiente, Monumentos e Sítios”, Justo Muangunga disse que o envolvimento da população na preservação dos monumentos vai permitir que as gerações vindouras tenham maior contacto com a história.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura