Sociedade

Governo de Luanda promove “Natal Solidário” para crianças

Manuel Barros| Cacuaco

O Governo da província de Luanda promoveu, quarta-feira (22), no Marco Histórico da Batalha do Kifangondo, em Cacuaco, o “Natal Solidário”, que congregou representantes de crianças de todos os municípios da capital.

23/12/2021  Última atualização 10H15
Meninos desfavorecidos estão a constituir prioridade para os diversos actores sociais © Fotografia por: edições novembro
Tratou-se de um evento que congregou 500 crianças dos nove municípios que compõem Luanda, entre estas algumas dos centros infantis Lar Kuzola e Pequena Semente.

Durante o evento, a governadora provincial, Ana Paula de Carvalho, salientou que, festejar o Natal é, sobretudo, enxergar o sorriso das crianças e devolver-lhes a esperança por um futuro risonho, apesar das dificuldades económicas que o país atravessa.

"É na família, onde se es-pera que a criança cresça rodeada de atenção no cumprimento dos direitos que a ela foram conferidos pela Constituição da República de Angola”, sublinhou, apelando aos pais, encarregados de educação, educadores de infância e responsáveis pelos centros de acolhimento na prática de boa educação e promoção do bem-estar e combate de todo o tipo de violência contra os menores.

No acto, a governante aconselhou aos mais pequenos em comunhão com os pais a cumprirem sempre com os cuidados contra a Covid-19. "Este inimigo invisível, que ainda está entre nós, usou a nossa forma de conviver para se alastrar, mas não retirou de nós os bons sentimentos, que são transmitidos com gestos simples”, afirmou, aconselhando os meninos a lavar as mãos constantemente com água e sabão, ao uso das máscaras faciais e ao distanciamento social.

Já no pátio da Administração Municipal de Cacuaco foram entregues pelo vice-governador de Luanda para o Sector Económico, Lino Kienda, no âmbito do Programa de Combate à Pobreza, cinco kits  de corte e costura, quatro motorizadas de três rodas, cinco carrinhos food-yeto, cinco máquinas de pipoca, cinco carrinhos de pasteleiro, cem chapas de zinco e cem barrotes a algumas famílias vulneráveis.

O administrador municipal de Cacuaco, Auzílio Jacob, afirmou, por seu turno que, os beneficiados devem promover a cultura de fomento do negócio, para desta forma poder empregar mais jovens e melhorar o nível de vida das famílias.
O administrador salientou, ainda ser importante que os grupos necessitados se organizem em cooperativas, para beneficiarem de ajudas institucionais mais céleres. "Esperamos que estes produtos sirvam efectivamente para o objectivo preconizado, que é promover o auto-emprego, a empregabilidade, bem como o melhoramento da vida de muitas famílias”, afirmou. Auzídio Jacob fez saber também que muitos dos jovens beneficiados com kits para o pequeno negócio foram formados pelos centros locais de formação profissional, financiados pela administração e estão prontos para dar continuidade ao que aprenderam durante o ciclo formativo.

MPLA junta crianças

O "Natal Solidário” do MPLA beneficiou ontem 300 crianças de variados estratos sociais da Barra do Kwanza, numa iniciativa do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do histórico partido.

A iniciativa, orientada pela directora do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do MPLA, Fátima Viegas, proporcionou aos petizes acções culturais, das quais se destacam recitação de poesia, actuação de grupos infantis, jogo de cadeiras e do saco, concurso de dança, entrega de brinquedos, lanche, entre outras actividades. Em declarações à imprensa, Fátima Viegas adiantou que a criança constitui prioridade e tem sido prática do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do MPLA realizar o "Natal Solidário” com as camadas desfavorecidas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade