Mundo

Governo anuncia a chegada de 1.400 repatriados

O Ministério etíope dos Negócios Estrangeiros anunciou o regresso ao país de 1.400 cidadãos recentemente libertados pela Arábia Saudita, através de um comunicado citado pela AFP.

10/05/2019  Última atualização 09H14
DR

 Nos últimos anos, a Arábia Saudita deteve milhares de etíopes que entraram ilegalmente naquele Reino. A Etiópia é o segundo país africano com maior número de habitantes, com 105 milhões, depois da Nigéria que tem 190, 9 milhões, e é um dos mais pobres.
Não obstante o rápido crescimento económico dos últimos anos, muitos etíopes emigram para o estrangeiro à procura de boas condições económicas, nomeadamente para a Arábia Saudita e o Koweit, mesmo sem visto, passando pelo Iémen, que actualmente está em guerra. Mais de 334 mil etíopes emigraram para o Médio Oriente entre 2006 e 2014, segundo o “Regional Mixed Migration Secretariat”, um grupo de organizações internacionais que observa as migrações da África Oriental para o Iémen.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo