Política

Governantes reúnem em Bruxelas para analisar preparativos da Cimeira de Luanda

Os ministros de 79 países de África, Caraíbas e Pacífico encontram-se reunidos desde o princípio da tarde de, domingo, em Bruxelas, Reino da Bélgica, para, entre outros assuntos, analisarem todos os aspectos relacionados com a preparação da 10ª Cimeira da OEACP, a realizar-se de 6 a 10 de Dezembro, em Luanda, República de Angola.

28/11/2022  Última atualização 06H33
Ministro das Relações Exteriores, Téte António (ao centro), chefia a delegação angolana nos trabalhos em curso na capital belga © Fotografia por: DR
Reunidos na 115ª sessão, estão, de igual modo, a debruçar-se sobre os preparativos da 45ª Sessão do Conselho de Ministros ACP/União Europeia, a decorrer amanhã, em Bruxelas, além de discutir assuntos institucionais ligados às questões políticas e estratégicas, bem como assuntos administrativos e financeiros da organização relacionados com as contribuições dos Estados-membros que têm afectado a saúde orçamental da OEACP.

Segundo uma nota do Ministério das Relações Exteriores a que o Jornal de Angola teve acesso, ontem, a sessão de domingo iniciou com a intervenção do embaixador Georges Rebelo Pinto Chikoti, Secretário-Geral da Organização dos Estados Africanos, Caraíbas e Pacífico, seguido do discurso de Américo Browne, presidente em exercício do Conselho de Ministros da OEACP e ministro dos Negócios Estrangeiros e CARICOM da República de Trinidad e Tobago.

Esta 115ª Sessão da OEACP está a ser marcada, também, pela renovação de mandatos dos órgãos directivos, sendo que as Ilhas Maurícias foram eleitas para presidir o próximo Conselho de Ministros, bem como outros membros do Bureau Ministerial, com base na rotação regional.

O país está representado neste evento com uma delegação chefiada por Téte António, ministro das Relações Exteriores, integrada pelo embaixador Júlio Maiato, director Europa do Ministério das Relações Exteriores, do coordenador para a preparação da 10ª Cimeira da Organização dos Estados Africanos, Caraíbas e Pacíficos (OEACP), embaixador itinerante José Guerreiro Alves Primo, e pelo embaixador de Angola na Bélgica, Mário Constantino.

A Organização dos Estados Africanos, Caraíbas e Pacífico pretende transformar-se numa instituição forte e capaz de trabalhar em solidariedade, para melhorar as condições de vida dos povos das 79 nações que a incorporam.

A OEACP tem relações de parceria histórica com a União Europeia, porém pretende alargar as relações com outras parcerias estratégicas, assim como reforçar a cooperação entre os Estados-membros.

A OEACP é uma organização formada para coordenar as actividades no quadro da convenção de Lomé, de 1975, rubricada com a União Europeia, que visa assegurar a coordenação comercial, garantindo a liberdade de acesso ao mercado comunitário de quase todos os produtos dos países em desenvolvimento.

Objectiva, também, assegurar a estabilidade das receitas de exportação para 36 produtos-base, protegendo-as contra as flutuações de preços do mercado mundial (Stabex), cooperação industrial e financeira e criação de instituições destinadas à gestão em comum do conjunto de acordos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política