Gente

Governadora Mara Quiosa abençoada pelos Bakama

A nova governadora de Cabinda, Mara Quiosa, foi ao encontro dos Bakama, precisamente, no seu santuário para receber a devida bênção tradicional, isto é, antes de iniciar as suas novas funções governativas na província, como símbolo de respeito e de aceitação dos poderes da tradição local.

04/10/2022  Última atualização 05H55
© Fotografia por: ANTÓNIO SOARES | EDIÇÕES NOVEMBRO
No Tchizo, aldeia situada no Morro, com o mesmo nome, uma localidade de referência obrigatória na tradição dos cabindas, Mara Quiosa cumpriu à risca conforme os preceitos legados pelos antepassados. A cerimónia, cingiu-se na apresentação, feita pelo líder dos Bakama, de cada mascarado (Bakama) à governadora, ao que se seguiu com a sua exibição, culminando com a demonstração da dança folclórica "mayeye”. Os bakama são uma instituição secreta e de carácter excepcional, cujas funções podem ser identificadas a partir das principais ocasiões e circunstâncias das suas exibições, na sua missão de baluarte da pureza e da moral. A origem dos bakama é remota e praticamente desconhecida, já que se torna difícil determinar com alguma certeza e rigor a sua proveniência quer no tempo quer no espaço. As imagens publicadas pela Gente, são da responsabilidade do nosso colega de trabalho António Soares.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Gente