Sociedade

Governador José Martins garante mais apoios à Comunicação Social

Lourenço Bule | Menongue

Jornalista

O governador do Cuando Cubango prometeu ajudar a resolver os problemas que afectam os órgãos públicos de Comunicação Social.

03/11/2022  Última atualização 09H55
© Fotografia por: DR

José Martins, que falava à imprensa no final da visita que efectuou, segunda-feira, a alguns órgãos de apoio ao Governo Provincial, para se inteirar do seu funcionamento, deu a conhecer que as obras de construção e apetrechamento do Centro de Produção da Televisão Pública de Angola (TPA), no Cuando Cubango, serão concluídas com valores do fundo dos bónus do petróleo. 

Acrescentou que, neste momento, aguardar-se, apenas, pelas quotas que cabem à região, para que os trabalhos comecem. 

"As obras para a conclusão do Centro de Produção da TPA poderão arrancar na primeira quinzena deste mês, tendo em conta que já recebemos um parecer favorável sobre o processo, da Direcção Nacional de Investimentos Públicos do Ministério das Finanças”, disse. 

Segundo o governante, o edifício da Rádio Nacional de Angola (RNA) no Cuando Cubango será, igualmente, reabilitado, com valores do bónus do petróleo, aguardando-se a conclusão de alguns procedimentos administrativos, para que o empreiteiro possa receber os pagamentos para o início da empreitada. 

Fez saber que quanto à expansão dos sinais da RNA e TPA a nível dos nove municípios do Cuando Cubango, o Governo irá advogar junto do Ministério de tutela, para que se instalem os equipamentos necessários. 

Quanto a Edições Novembro E.P, proprietária do Jornal de Angola e de outros títulos, José Martins garantiu que o Governo Provincial está à procura de um espaço bem localizado, para que a referida empresa possa erguer o seu edifício. 

Segundo José Martins, aquando da visita do PCA da Edições Novembro E.P, Drumond Jaime, em Junho do ano em curso, à província do Cuando Cubango, ficou acordado que o Governo Provincial iria ceder um espaço para que a empresa possa erguer o seu edifício, tendo em conta que funciona em instalações emprestadas. 

Para a Agência Angola Press (Angop), o governante disse que tudo está a ser feito para que o referido órgão da Comunicação Social possa beneficiar, também, de um espaço para construir o seu edifício, apesar de não haver, ainda, nenhum pronunciamento da direcção da mesma empresa. 

José Martins garantiu que, além das infra-estruturas, o Governo Provincial vai proporcionar a compra de instrumentos de trabalho para os profissionais da Comunicação Social, desde gravadores de voz, máquinas fotográficas, câmaras de filmar, tablets, computadores portáteis e de mesa, bem como viaturas todo-o-terreno, para que sejam atingidas as zonas mais recônditas da província, para que Angola e o Mundo saibam o que se passa no Cuando Cubango. 

"Os problemas que afectam o bom desempenho dos órgãos de Comunicação Social e dos profissionais, sobretudo os mais destacados, vão ser resolvidos de forma faseada, para que possam desenvolver as suas actividades com maior dignidade e celeridade”, concluiu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade