Política

Gestores públicos devem respeitar a lei e a ética

O titular da Inspecção-Geral da Administração do Estado (IGAE), João Pinto, solicitou ontem, em Saurimo, capital da província da Lunda-Sul, aos servidores da Administração Pública compromisso com a ética e o respeito pelas leis, de modo a dignificar o trabalho prestado.

22/06/2024  Última atualização 13H15
© Fotografia por: DR

Ao intervir no seminário sobre "Ética e Deontologia na Administração Pública", João Pinto reforçou a necessidade de se trabalhar coordenadamente com outros segmentos, obedecendo às leis e os procedimentos da Administração Pública.

Explicou que a função da inspecção é observar e relatar depois das auditorias, bem como de sindicâncias, para aferir se os comportamentos e atitudes da Administração Pública estão ou não de acordo com a Constituição e a Lei.

Por outro lado, o responsável apelou aos funcionários públicos a manterem o saneamento básico das instituições onde trabalham, assim como respeitar os utentes, para dignificar a Administração Pública.

"As dificuldades não podem ser superiores em relação à dignidade. Os obstáculos existem, mas devem ser ultrapassados com auxílio e união de todos”, enfatizou.

Por seu turno, o governador da Lunda-Sul, Daniel Neto, enalteceu a realização do seminário sobre a ética na Administração Pública, pois se adequa ao período actual do país, que exige mudanças de atitude para contribuir no combate à corrupção e à impunidade.

Reiterou a necessidade de o Governo continuar determinado no combate às práticas nocivas ao bom desempenho da Administração Pública, considerando fundamental o envolvimento de todos para se alcançarem os resultados preconizados.

Durante o seminário, foi, igualmente, abordado o tema "A pauta deontológica do servidor público”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política