Sociedade

Gestores escolares capacitados em matéria de biossegurança

Directores de escolas primárias dos municípios do Huambo e Caála foram capacitados em matérias de biossegurança e saneamento básico, para a criação de um ambiente saudável, em caso do reinício das aulas, interrompidas em Março último, para evitar a propagação da Covid-19.

29/07/2020  Última atualização 11H17
DR © Fotografia por: Saneamento básico e higiene ajudam a prevenir contágio


A acção de formação, na qual participaram também professores deste subsistema de ensino, foi promovida pela Organização Não-Governamental (ONG) The Mentor Iniciative, que prevê capacitar, até Agosto, 425 gestores e docentes do ensino primário de 295 escolas dos dois municípios.
Em declarações à Angop, o representante desta ONG, Pablo Eulogio, disse que a formação está a ser desenvolvida em parceria com os gabinetes da Educação e da Saúde.
Informou que este programa está a permitir capacitar os responsáveis escolares sobre a importância da higiene e saneamento básico em instituições escolares, criação de pontos de água para lavagem das mãos, principalmente para prevenir o contágio da Covid-19, que forçou a interrupção das aulas em todo o país.

Pablo Eulogio deu a conhecer ainda que, nesta altura, está igualmente em curso o programa de construção de sete latrinas e igual número de escolas nos municípios do Huambo e Caála, bem como acções de sensibilização das comunidades sobre as medidas preventivas desta pandemia.
Referiu que a The Mentor Iniciative reforçou ainda, este mês, a competência de 843 pessoas entre líderes comunitários, religiosos e funcionários das administrações municipais e comunais da província do Huambo, em matérias de controlo, eliminação e erradicação das doenças tropicais negligenciadas (DTN).

As DTN são doenças infecciosas evitáveis e prosperam nas comunidades pobres, onde as casas são de qualidade baixa, com um ambiente exposto à doença, fácil acesso de insectos e animais que constituem vectores de distribuição dessas enfermidades.
As consequências destas infecções variam. As mais graves são cegueira (perda da visão), cicatrizantes desagradáveis, úlceras, dores crónicas, deformações dos membros (filaríase linfática), alterações do desenvolvimento mental e físico, bem como danos nos órgãos internos.

A The Mentor Initiative é uma ONG que trabalha em parceria com o Governo de Angola na prevenção e combate às doenças tropicais negligenciadas e a malária nas províncias do Bengo, Bié, Cuando Cubango, Cuanza-Sul, Cunene, Huambo, Uíge e Zaire.Na província do Huambo, em particular, desenvolve actividade em parceria com os gabinetes da Educação e da Saúde, com a implementação do programa “ASHE”, nas escolas do ensino primário dos municípios da Caála, Huambo e Longonjo, numa acção que visa quebrar o ciclo de propagação de parasitas e infecções, cujo combate depende das boas práticas de higiene, com realce para a lavagem das mãos com água e sabão.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo

Opinião

Política