Economia

General "Dino" vende posição na Puma Energy

O general Leopoldino Fragoso do Nascimento “Dino” deixou de ser accionista da Puma Energy, empresa de distribuição de combustíveis que é detida maioritariamente pela Trafigura.

30/12/2021  Última atualização 21H11
© Fotografia por: DR

Segundo o Jornal de Negócios, o general Dino tomou esta opção depois de ter visto as suas contas congeladas pelas autoridades norte-americanas que classificaram "Dino” e também o general Manuel Hélder Vieira Dias "Kopelipa” como "ex-funcionários do governo que roubaram milhares de milhões de dólares do governo angolano por meio de peculato".

A publicação avança ainda que, a transacção foi efectuada através da Cochan, a holding onde o general "Dino” concentra as suas participações empresariais. Com a venda de 3% do capital, Leopoldino Fragoso do Nascimento deixa de ter qualquer ligação à Puma Energy, cujo valor do negócio não foi revelado.

Com esta saída, a Trafigura passou a deter 96,6% das acções da Puma Energy.

Já este mês, o general Dino tinha renunciado ao cargo de vice-presidente da mesa da assembleia-geral da UNITEL, de forma a proteger a operadora de telecomunicações angolana dos efeitos adversos que resultam das sanções que lhe foram impostas pelos Estados Unidos.

 

O general Dino controla 25% do capital da Unitel através da empresa Geni.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia