Política

Garantido apoio às feiras de produção nacional

Kílssia Ferreira

Jornalista

O ministro da Indústria e Comércio, Víctor dos Santos Fernandes, declarou, quinta-feira(12), em Viana, província de Luanda, que o Departamento ministerial que dirige apoia qualquer tipo de evento que visa promover a produção nacional.

13/05/2022  Última atualização 08H55
© Fotografia por: DR

O ministro Víctor Fernandes, que falava à imprensa na Feira de Produtos Fabricados em Angola, onde fez uma visita surpresa, disse que gostou do que viu exposto na feira, tendo destacado a diversidade de produtos nacionais.   

O ministro da Indústria e Comércio referiu que a sua deslocação à feira, que vai decorrer até domingo, no município de Viana, teve como objectivo "testemunhar uma iniciativa privada, que valoriza a produção nacional”.

Víctor Fernandes disse ser "importante que feiras desta natureza, que enalteçam a produção nacional, sejam possíveis de acontecer” e deu ênfase ao facto de a feira estar a decorrer em Viana, por ser um município com "muita pujança industrial”.

"Temos muito interesse em que a produção nacional seja cada vez mais valorizada”, declarou o ministro, acentuando que "Angola, para adquirir capacidade e garantir pleno emprego, tem que se industrializar”. O titular da pasta da Indústria e Comércio afirmou que "a industrialização é o futuro do país, do ponto de vista de garantia de empregos para os jovens”.

Víctor Fernandes confirmou que o Ministério da Indústria e Comércio apoia institucionalmente a Feira de Produtos Fabricados em Angola, que é realizada com a participação de mais de 300 expositores em representação das províncias de Luanda, Benguela, Bié, Cabinda, Cuando Cubango, Cuanza-Sul e Cuanza-Norte.

"Esta iniciativa serve como montra para aquilo que os resilientes empresários do município de Viana, e não só, têm feito em prol da geração de empregos e nós, Governo, temos que nos associar e fazemo-lo com muito gosto”, sublinhou o ministro Víctor Fernandes.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política