Cultura

Ganhos de um diálogo levados à cena hoje no Elinga Teatro

Manuel Albano

Jornalista

“Má Informação Congénita” é o título da peça de teatro do grupo Desejados da Kianda, que é exibida, hoje, às 19h00, no Elinga Teatro, em Luanda, inserida no programa de espectáculos da sétima edição do Circuito Internacional de Teatro (CIT).

08/09/2022  Última atualização 14H59
Actores mostram as vantagens de uma comunicação eficaz © Fotografia por: DR

 Em declarações, ontem, ao Jornal de Angola, o encenador Jonas Mazuela disse que a peça narra a importância do diálogo na sociedade, como forma de estabelecer uma relação de proximidade entre os homens, numa perspectiva da transmissão de ideias, factos, pensamentos, sentimentos e valores.

Jonas Mazuela  explicou que, durante a encenação da peça, os actores vão mostrar as vantagens de uma comunicação, que, quando eficaz, proporciona uma ponte de entendimento entre duas pessoas, de maneira que possam compartilhar o que sentem e sabem.

Do género comédia, adiantou, "Má Informação Congénita”  trata-se de um espectáculo, no qual uma macaca e um palhaço vivem as experiências de jornalistas, políticos, ouvintes e telespectadores, o que os possibilita alargar o conhecimento do público.

Assim, com o desenrolar do espectáculo de aproximadamente uma hora, mostra-se o diálogo como um elemento que incentiva a reflexão, a necessidade de confrontar ideias e de se posicionar diante de assuntos difíceis, contribuindo para a resolução de problemas e para o desenvolvimento das sociedades.

A peça "Má Informação Congénita”  venceu o Prémio Teatro de Duplas, edição 2022, onde arrebatou igualmente os prémios das categorias de melhor dramaturgia e melhor caracterização. Escrita e encenada por Jonas Mazuela, a peça é levada à cena pelos actores Deodete Collsoul e Pajó Magalhães.

"Desejados da Kianda” é um grupo fundado em 2000 na Baixa da cidade e esteve vinculado durante dez anos à Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde. O grupo realiza espectáculos em vários pontos do país e já participou nos festivais de teatro de Luanda, Prémio de Teatro Angola Independente (2015 e 2016).

Participou igualmente no festival denominado Prémio de Teatro Kilamba, onde foi distinguido com o Prémio de Melhor Adaptação Textual e Prémio de Teatro de Duplas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura