Cultura

Gala cultural no Huambo distingue personalidades

Estácio Camassete | Huambo

Jornalista

Uma gala cultural denominada de “Cantar Covid-19” realizada, no último fim-de-semana, na cidade do Huambo, homenageou várias instituições públicas, privadas e pessoas singulares envolvidas no combate a pandemia, com destaque para o grupo. Os Picantes, vencedor da última edição do Top dos Mais Queridos da Rádio Nacional de Angola.

24/11/2021  Última atualização 08H35
Gala cultural denominada de “Cantar Covid-19” © Fotografia por: DR
A gala distinguiu, igualmente, os músicos locais Mana Yana, Grande Nico, Duplo T, Justino Handanga, Man Djacy, Chiemy e Abraão Ngulu pelo contributo destes na gravação de canções de sensibilização às populações sobre as medidas de prevenção e biossegurança contra à Covid-19.

Nesta fase de pandemia, os músicos do Huambo já gravaram cinquenta temas de sensibilização da população no combate a Covid-19, em "demonstração de coragem e patriotismo” nos momentos mais críticos que a província atravessou afirmou Hito Capitalista, promotor cultural e realizador da gala.

Hito Capitalista avançou que evento visou reconhecer o esforço destas entidades, com destaque para os enfermeiros, polícias e jornalistas, que "tudo fazem para salvar vidas das pessoas, manterem a ordem e tranquilidade pública e informaram com verdade o ponto de situação da doença no país”.

"O espaço serviu, também, para encorajar a governadora, como coordenadora da comissão multissectorial de combate à pandemia e os artistas do Huambo na expansão da mensagem de esperança, de que com o esforço de todos, tarde ou cedo a pandemia vai passar”, destacou.

A governadora provincial  do Huambo, Lotti Nolika, elogiou a homenagem a diferentes instituições públicas, privadas e pessoas singulares, tendo frisado que neste período de pandemia "não estão a cruzar os braços e tudo fazem para combater a Covid-19”.

A governadora do Huambo apelou à continuidade de actividades do género na província, como forma de expandir a mensagem de esperanças pelo fim da doença.

Os cantores Man Jacy, Mana Yana e Abraão Ngulu, homenageados na gala, foram unânimes em elogiar a iniciativa que "congrega as individualidades que tudo fazem para combater esta doença” na província do Huambo, em particular, e garantir o bem-estar dos cidadãos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura