Sociedade

Fundação Lwini leva doação à Muxima

Manuela Mateus

Crianças e adultos da aldeia Soba Muxima, no município da Quiçama, província de Luanda, receberam, ontem, um donativo da Fundação Lwini. O donativo, composto de bens diversos, alguns dos quais para pessoas com deficiência física e visual, foi entregue para atender a necessidades apresentadas à Fundação Lwini pela Administração do Município da Quiçama.

21/06/2024  Última atualização 12H30
© Fotografia por: DR

A instituição deixou na aldeia Soba Muxima cadeiras de rodas e triciclos para pessoas com deficiência física, bengalas para invisuais, roupa, calçado, mosquiteiros, repelentes e brinquedos.

"A Fundação Lwini veio mais uma vez atender a necessidades da população da aldeia Soba Muxima”, declarou a chefe de Departamento de Gestão, Planificação e Projectos da Fundação Lwini, Patrícia Ceita, durante a cerimónia, presenciada pela administradora do município da Quiçama, Níria Marques. A funcionária da Fundação Lwini reconheceu que "são muitas” as necessidades da aldeia Soba Muxima. Entre os contemplados está o sapateiro Silvestre Cambuta, que recebeu o único kit de sapataria e um dos dois triciclos adaptados para pessoas com deficiência, levados para a aldeia Soba Muxima pela Fundação. O sapateiro, pai de seis filhos, reconheceu que já estava a precisar de um triciclo adaptado à sua condição física para se locomover e trabalhar.

O presidente da Comissão de Moradores da aldeia Soba Muxima, Augusto Kionga, afirmou que "é um motivo de alegria a chegada do donativo, que vai ajudar a suprir as necessidades básicas que enfrenta”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade