Política

Francisco Furtado: Missão militar angolana cumpre bem o seu papel

O chefe da Casa de Segurança do Presidente da República considerou, ontem, em Luanda, que a missão angolana em Moçambique, composta por um contingente de 20 militares, no âmbito do esforço regional da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) para a manutenção de paz, “está a cumprir bem o seu papel”.

16/10/2021  Última atualização 09H00
Ministro de Estado Francisco Furtado © Fotografia por: Dombele Bernardo | Edições Novembro
"A missão angolana está a cumprir bem o seu papel, a primeira etapa foi bem cumprida , fizemos a projecção de forças de vários países para local próximo do teatro das operações e agora está numa fase de restabelecimento da situação na região de Cabo Delgado”, afirmou Francisco Pereira Furtado.O ministro de Estado assegurou que "o posto de comando local está a funcionar devidamente”.

"Esperamos agora pela  fase de retirada das forças para os  países de origem. E estamos preparados para cumprir esta missão no âmbito das responsabilidades que Angola tem dentro da SADC  e a nível do continente”, sublinhou.

Francisco Pereira Furtado falava, ontem  na sede da Assembleia Nacional, no final do discurso do Presidente da República, João Lourenço, sobre o estado da Nação, durante a abertura do quinto ano parlamentar da actual Legislatura.

Angola participa, desde Agosto, no esforço regional da missão da SADC para a manutenção da paz em Moçambique, com 20 militares, nomeadamente dois oficiais do Mecanismo de Coordenação Regional, oito oficiais no Comando da Força Aérea e uma aeronave do tipo IL-76 de Projecção Estratégica com os respectivos tripulantes, com 10 militares.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política